sexta-feira , dezembro 4 2020

Conferência debaterá atuação feminina na advocacia

Debater a atuação feminina no mercado de trabalho, repercutindo sobre as questões de gênero na advocacia e sociedade piauiense. Esse é o objetivo da I Conferência da Mulher Advogada do Piauí, que acontecerá nos dias 23 e 24 de agosto (quinta e sexta-feira), no Auditório da OAB-PI, em Teresina-PI, e que tem como tema “Pluralismo, Política e Advocacia”.

O evento é uma realização da Comissão da Mulher Advogada (CMA) da OAB-PI e tem cunho acadêmico, científico e de sensibilização. Atualmente, as mulheres representam quase metade da advocacia brasileira e piauiense. De acordo com a presidente da CMA, Eduarda Mourão, as mulheres advogadas atualmente são um contingente importantíssimo no mercado de trabalho brasileiro e na comunidade jurídica piauiense.

“O direito à igualdade está expresso na Constituição Federal de 1988. Embasado neste direito fundamental, o evento debaterá as políticas e ações que visam valorizar as advogadas e modificar o atual cenário de desequilíbrio na participação feminina da classe e na sociedade”, disse Eduarda, ao ressaltar que a Conferência é um passo primordial para empunhar essa bandeira.

Durante a Conferência, será feito o resgate da história de Esperança Garcia, intitulada simbolicamente como primeira mulher advogada do Piauí. Representando a luta e resistência do povo e da mulher, Esperança Garcia escreveu uma cara em 1770 ao Governador da Capitania de São José do Piauí, Gonçalo Lourenço Botelho de Castro. A carta denunciava violências e demandava justiça. Um tipo de texto que, no dicionário da advocacia, poderia ser sinônimo de petição.

Grandes nomes

O evento contará com grandes nomes da área do Direito, notadamente mulheres que alçaram lugares de destaque nacional e internacional, como a advogada Cléa Carpi da Rocha, ex-presidente da OAB-RS, ex-diretora do CFAOAB e única mulher a receber a Medalha Rui Barbosa, maior honraria no âmbito do Conselho Federal da OAB. Ela ministrará a palestra de abertura na noite do dia 23 de agosto (quinta-feira), às 19h30.

A Ministra Maria Elisabeth Rocha, ex-presidente do Superior Tribunal Militar (STM) irá proferir a palestra magna do evento, no dia 23 de agosto, às 20h30. Natural de Minas Gerais, a Ministra é a primeira mulher nomeada para esse cargo e a primeira mulher a assumir a presidência do STM em 206 anos.

Também estão confirmadas as presenças da advogada Cristiane Romano, premiada como melhor advogada da America Latina por vários anos; Alessander Mendes, Mestre em Direito e Gestão de Conflitos; Daniele Maranhão, desembargadora do Tribunal Regional Federal da 1ª Região; Marié Miranda, Presidente da Comissão Nacional de Defesa do Consumidor; Flávia Brandão, Presidente da Comissão Especial de Direito de Famílias e Sucessões do CFOAB; Beatriz Peruffo, Presidente da Comissão da Mulher Advogada da OAB-RS; Carlos Wagner, juiz do Trabalho titular da Vara do Trabalho de Oeiras, entre outros.

Inscrições

Com estimativa de 500 participantes, a Conferência pretende reunir advogadas e advogados, bacharéis em direito, estudantes, professores, procuradores federais, estaduais e municipais, pessoas ligadas à luta por direitos das mulheres e interessados na temática. As inscrições estão abertas e podem ser feitas pelo site www.oabpi.org.br/portaldoaluno.

Fonte: Ascom

Veja Também

USP, Unicamp e Unesp freiam plano de retomada após alta de internações pela covid-19

Universidade de Campinas adiou para dezembro próxima fase da flexibilização e USP fala em quadro …