terça-feira , dezembro 7 2021

Mês da Advocacia: “Abolição das Fronteiras das desigualdades no sistema OAB” é tema de live promovida pela Seccional Piauí

Na noite desta segunda-feira (16), a OAB Piauí realizou uma live no perfil oficial do instagram intitulada “Abolição das Fronteiras das desigualdades no sistema OAB”. A live contou com a participação do Presidente da OAB Piauí, Celso Barros Coelho Neto, e com a Presidente e a Vice-Presidente da Comissão Nacional de Promoção da Igualdade do Conselho Federal da OAB, Silvia Cerqueira e Isabela Paranaguá, respectivamente.

O evento virtual integra o calendário de ações da OAB Piauí que se estende até o final de agosto, em comemoração ao Mês da Advocacia.

“As questões raciais são tão sérias que independem de classe social, intelectual. Nosso ingresso no sistema se deu exatamente igual, então, porque nossa representatividade não é igual se todos somos Advogados(as)?”, indagou a a Presidente da Comissão, Silva Cerqueira, ao abrir o debate.

Silva Cerqueira acrescentou ainda que é preciso colocar políticas afirmativas de representação dentro da Ordem dos Advogados do Brasil. “O Manual de Orientação Antirracista nos dá um caminho interessante no sentido de dar essas respostas. A implementação das cotas existe de fato e de direito. Já existe um parecer favorável do CFOAB no sentido de acolher nosso Manual. Nosso trabalho é para encorajar os colegas da OAB para que se engajem. Hoje, os tempos mudaram e eles precisam se apropriar deste espaço, que também é nosso”, completou.

Em suas considerações, Isabella Paranaguá, Vice-Presidente da Comissão, ressaltou o valor da iniciativa e da criação desses centros de debate para a disseminação do conhecimento. “É uma grande honra poder trabalhar na Comissão Nacional que tem um trabalho pela busca de promoção da igualdade efetiva na OAB e na sociedade como um todo. Faz parte do trabalho da atuação do Advogado(a) ter esse sentimento de Justiça Igualitária”, ressaltou.

Durante a live, Celso Barros Coelho Neto ressaltou a importância da implementação de políticas representativas dentro do sistema OAB. “Nossa Constituição coloca o direito de igualdade como prioridade e, na medida em que a OAB aparece distante disso, é preciso promover essas discussões e colocá-las no dia a dia. A OAB tem avançado e tomado deliberações que serão implementadas ainda este ano para cessar as desigualdades existentes dentro da Ordem. Hoje, não basta não sermos racistas, precisamos ser antirracistas”, concluiu.

Confira a live na íntegra.

Ascom OAB PI

Veja Também

Juíza suspende atividade profissional de sete advogados suspeitos de fraude; OAB-GO vai recorrer

Sete advogados tiveram a atividade profissional suspensa cautelarmente, por força de decisão judicial, por suspeita …