Estudantes enfrentam desafios ao ingressarem na universidade

É chegada a hora de dar um salto na vida acadêmica. Ficou para trás o colegial, algumas amizades e a velha rotina. Mas, para muitos, enfrentar tanta novidade é um baita desafio. Por isso, é importante estar preparado para o novo ciclo, a fim de evitar transtornos futuros.

Entre as principais dificuldades enfrentadas pelos universitários estão: aliar trabalho e estudo; obter o melhor da graduação; manter a vida social; fazer networking; conseguir um estágio e, finalmente, conquistar o primeiro emprego.

É possível passar por esses momentos sem trazer grandes transtornos. Alcione Donida, psicóloga e professora da Wyden, esclarece que, inicialmente e durante o curso, o estudante precisa se planejar para manter um bom rendimento acadêmico. “Para todos os perfis de universitários, a principal dica é a organização da rotina, o ajuste dos horários e, para isso, é fundamental aproveitar os tempos livres, ou os momentos de deslocamento para a universidade”.

A realidade no Brasil é que muitos discentes precisam trabalhar até mesmo para pagar a faculdade. Essa não é uma tarefa fácil. “Se houver algum conflito de horários que esteja prejudicando seu rendimento nas disciplinas, negociar com o seu chefe uma compensação, pode ajudar.

“Converse sobre a possibilidade de modificar parcialmente a sua rotina de trabalho, saindo mais cedo e ficando até mais tarde. Sobre possíveis ausências às aulas, procurar os professores e deixá-los a par dos imprevistos mostrará comprometimento e abrirá possibilidades de ajuda pelo professor. Mostrar-se empenhado tanto no trabalho quanto nas aulas vai fazer toda diferença. Eles notarão seu esforço para não perder o “foco”, destacou Alcione.

Outro obstáculo é o cansaço. “Tente se concentrar ao máximo nas aulas. Anote todas as informações e revise o conteúdo nos horários livres. Não deixe passar nenhuma dúvida, lembre-se, nós professores estamos ali para ajudá-los”.

Faz parte do perfil de muitos estudantes a timidez, que deve ser evitada, principalmente quando o assunto é fazer networking. A professora sinaliza que é na faculdade que conhecemos muitas pessoas e que manter a rede de contatos atualizada vai ser muito útil em várias etapas da vida. A especialista enfatiza que das relações dentro do ambiente acadêmico podem surgir oportunidades de fazer o primeiro estágio e quem sabe até conseguir o primeiro emprego. A dica que ela dá é superar a timidez e focar no que deseja alcançar.

Para alguns estudantes, dedicar-se aos estudos e ter vida social parece algo inconciliável. Muitos encontram dificuldades para encontrar uma medida certa para isto e se deixam isolar, focando apenas nos estudos. “O convívio social é essencial para a saúde mental e não deve ser abandonado. Nos fins de semana, encontre uma brecha nos estudos para encontrar os amigos ou participar daquele churrasco em família. Tente se organizar para cumprir com os prazos de entrega de trabalhos e provas, sem abrir mão da diversão.

Organização é tudo e cada um deve encontrar uma rotina produtiva sem deixar de lado a vida social. Dessa forma, nenhuma atividade será prejudicada e todas serão cumpridas de forma equilibrada”.

Na Wyden, existe uma equipe de profissionais que apoia o aluno em todas as fases e o ajuda a enfrentar todas as dificuldades. A instituição acolhe os universitários e os auxilia a ter um excelente rendimento acadêmico durante a graduação, proporcionando bem-estar e qualidade na aprendizagem.

E para quem busca ingressar numa graduação e obter a ajuda de um time multidisciplinar, a Wyden dará uma oportunidade nos dias 01 e 02 de julho com a realização do supervestibular online para cursos nos formatos presencial, semipresencial (com condições especiais) e EAD.

Os interessados podem se inscrever pelo https://inscricoes.unifacid.com.br/vestibular e até mesmo adiantar a data da prova.

Veja Também

Termina dia 27 inscrição para bolsas de estudo da Capes

Bolsas são para projetos que apoiem vítimas de desastres naturais Terminam na próxima quarta-feira (27) …