terça-feira , setembro 29 2020

Justiça Eleitoral do Piauí redobra atenção às publicações falsas na internet durante o pleito eleitoral

O presidente do Tribunal Eleitoral do Piauí, desembargador Francisco Antônio Paes Landim Filho, declarou hoje, 25, que a Justiça Eleitoral está atenta e vigilante para a divulgação das chamadas fake news (notícias falsas publicadas na internet), para garantir a punição dos autores e de quem delas se beneficiar durante o pleito eleitoral em curso. Segundo ele, por seu poder massificador, estas notícias, uma vez viralizadas, podem destruir uma candidatura, comprometendo o resultado das eleições.

O Desembargador Francisco Antônio Paes Landim Filho participou do Seminário Internacional sobre Fake News que debateu as experiências e os desafios que envolvem esse temacom participação de representantes de vários países e especialistas no tema. O evento foi realizado no edifício-sede do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília, numa promoção do TSE em parceria com a União Europeia, o contou também com o apoio do Ministério das Relações Exteriores, do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão e do Ministério da Fazenda.

O presidente do TRE-PI, destacou a importância do seminário por oportunizar a troca de experiências entre diversos setores da administração pública e autoridades de outros países, dentro de um problema que é comum a todos. “O fenômeno do fake news merece a atenção especial e reação eficaz da Justiça Eleitoral no atual processo eleitoral no sentido de evitar, combater e punir a publicações falsas, que têm um grande potencial de influenciar negativamente a eleição, atentando contra a isonomia entre os concorrentes”, disse o presidente do TRE do Piauí.

Fonte: Serviço de Imprensa e Comunicação Social do TRE-PI

Veja Também

STJ abre inscrições para curso online sobre eficiência dos precedentes judiciais

O Superior Tribunal de Justiça abriu nesta segunda-feira (28/9) as inscrições para o curso a …