terça-feira , outubro 27 2020

Conheça as propostas do advogado Lucas Villa para a OAB/PI

O advogado Lucas Villa é candidato à presidência da OAB/PI. Atual vice-presidente da seccional, ele integra a chapa 1 – OAB Aberta. Advogado militante há 13 anos, ele conversou com diretamente com a equipe do Portal Revista Direito Hoje, onde fez um balanço da gestão atual da OAB/PI e traçou metas para o futuro.

“Participo de uma gestão extremamente bem sucedida no sentido de dignificar o exercício da profissão em nosso estado. E é assim que pretendemos seguir em frente, lutando pelos jovens advogados, por mais mulheres ocupando espaço de poder na ordem e pela defesa intransigente das prerrogativas da advocacia. Assim teremos uma OAB que cumpre sua função”, ressaltou.

“Nós temos implementado, e essa é a nossa maior conquista, um modelo de gestão extremamente aberto, horizontalizado, plural, democrático e por isso a escolha do nome da nossa chapa: OAB Aberta. Hoje a OAB não é mais dirigida por meia dúzia de grandes escritórios, em que as decisões são tomadas entre 4 paredes e sem ouvir advocacia, sem ouvir os advogados em início de carreira. O nosso modelo é democrático, onde todo advogado por participar ativamente das comissões e falem pela OAB”, disse.

Lucas Villa informou que pretende criar uma linha de financiamento para facilitar a abertura de novos escritórios no Estado. Um programa denominado “Meu primeiro escritório”. “Através dessa iniciativa, os jovens advogados poderão adquirir produtos com preços e condições de pagamento mais atrativas”, explicou.

“Temos o programa OAB Office, mas isso não tira dos advogados o direito de sonhar em ter seu primeiro escritório. Vamos instituir o ‘Meu primeiro escritório’, com linhas de financiamento para que os profissionais possam adquirir móveis e aparelhos eletrônicos com melhores preços e condições”, garantiu.

Segundo o candidato, o programa deve ser fortalecido ainda através de mais cursos nas áreas de gestão de escritório, marketing jurídico, planejamento estratégico, gestão de pessoas e precificação de honorários, a serem desenvolvidos pela Escola Superior da Advocacia – Piauí (ESA). A Escola já é destaque por capacitar 27 mil pessoas em menos de três anos, em cursos de pós-graduações, extensão e palestras.

Lucas Villa pretende criar também o OAB JOB, uma ferramenta de recursos humanos que evidencia as oportunidades de trabalho para os jovens advogados. O programa deve ser realizado através do Núcleo de Apoio à Advocacia (NAAD). “Vai auxiliar os profissionais na conquista de vagas no mercado de trabalho”, informou.

Outras Propostas

Desburocratizar o registro de sociedade de advogados, acompanhar a aprovação legislativa da quebra da cláusula de barreira e implantar a Residência Jurídica. Uma ouvidoria para o jovem advogado também figura entre as propostas do candidato.

A ampliação do OAB Office para outras subseções do estado, melhorias da Sala de Estudos na sede de Teresina, além da expansão dos cursos de pós-graduação por meio da Escola Superior de Advocacia do Piauí (ESA-PI) são outras propostas de Lucas Villa para melhorar ainda mais a atuação da OAB no Piauí.

Veja Também

Desembargadora derruba decisão que bloqueou R$ 29 milhões de Doria

No despacho, a magistrada considerou que os indícios de irregularidades na publicidade do Programa ‘Asfalto Novo’, …