segunda-feira , novembro 23 2020

Advogado suspeito de desviar R$ 5 milhões do FGTS entra na mira da PF

Um advogado suspeito de desviar R$ 5 milhões do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) é alvo de uma operação da Polícia Federal. Na manhã desta quinta-feira (17), agentes cumprem 14 mandados de busca e apreensão e um de prisão.

De acordo com as investigações, o valor desviado seria destinado para a construção de casas populares em Teresina-PI. O advogado, que teve a inscrição na Ordem dos Advogados de Goiás e São Paulo cancelada, usou uma representação falsa para conseguir transferir os recursos. O dinheiro foi transferido para uma conta registrada em Corumbá de Goiás-GO antes de ele espalhar para outras contas.

Com a operação de hoje, a PF espera identificar outros possíveis autores e participantes, bem como saber onde o dinheiro desviado foi empregado. Suspeita-se que tenha sido usado em transferências para terceiros, aquisição de bens e/ou incorporação patrimonial.

Além dos mandados de prisão, a Justiça Federal de Anápolis-GO determinou sequestros de um imóvel em condomínio de luxo e de carros avaliados em R$ 2 milhões. A operação foi batizada de Adikia. Cerca de 60 policiais federais foram destinados à ação.

Por Willian Matos


Fonte: jornaldebrasilia.com.br

Veja Também

CNJ julga revisão disciplinar de juiz do TJ-SP punido por “soltar muito”

O Conselho Nacional de Justiça deve julgar nesta terça-feira (24/11) uma revisão disciplinar apresentada pelo juiz Roberto …