sexta-feira , setembro 18 2020
FEBRE4 SAO PAULO13.01.2008/ GERAL/ CIDADES/ FEBRE AMARELA/ Viajantes na rodoviaria do Tiete fazem fila no posto de vacinaçao do terminal para tomarem vacina contra a febre amarela FOTO JOSE LUIS DA CONCEICAO/AE

75 municípios brasileiros fazem campanha com vacina fracionada de febre amarela

A vacina de febre amarela será fracionada em 75 municípios do País. A decisão, antecipada pelo Estado, foi anunciada nesta terça-feira, 9, pelo Ministério da Saúde e tem como objetivo tentar bloquear o avanço da circulação do vírus, que hoje se aproxima de áreas de alta densidade populacional e que até agora não tinham recomendação da imunização.

São Paulo, Rio e Bahia vão organizar entre os meses de fevereiro e março campanhas. Nos três Estados, está prevista a realização de dias D, com vacinação nos fins de semana. O objetivo é vacinar 19,7 milhões de pessoas , das quais 15 milhões serão feitas com dose fracionada.

“É uma medida emergencial”, afirmou o ministro da Saúde, Ricardo Barros. “O objetivo é evitar uma epidemia como a que ocorreu no ano passado. Temos de proteger um grande número de pessoas, de forma rápida e o fracionamento foi a alternativa encontrada”, completou a coordenadora do programa Nacional de Imunização da pasta, Carla Domingues.

A vacina fracionada tem um quinto da vacina integral. Embora com menor quantidade, seu efeito protetor é semelhante ao da dose padrão. A diferença é o tempo de proteção. Enquanto na dose padrão a imunidade é, em tese, para a vida toda, a da vacina fracionada é de 8 anos.

Conforme o Estado já informou, a vacina fracionada terá um selo especial. Isso permitirá a diferenciação e, no futuro, a recomendação para que o reforço seja realizado com outra dose.

Veja Também

Sergio Moro faz nova inscrição na OAB, mas continua impedido de advogar

Ex-ministro da Justiça do governo Bolsonaro e ex-juiz da Lava Jato, Sergio Moro fez uma nova inscrição …