terça-feira , setembro 29 2020

Oferta de ginástica laboral em órgãos públicos pode se tornar obrigatória

O PL 3273/2019, projeto de lei do senador Nelsinho Trad (PSD-MS), prevê que os órgãos públicos terão de oferecer atividades de ginástica laboral aos seus servidores.

O texto também define quais sãos os profissionais que poderão desenvolver essas atividades.

O projeto, que tramita no Senado, já foi aprovado na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) e aguarda votação na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).

A ginástica laboral prevista no PL 3.273/2019 terá uma duração mínima de quinze minutos por dia e será desenvolvida por profissionais de educação física; em caso de trabalho a distância, os funcionários reverão receber orientações de atividades pela internet. A adesão aos programas de ginástica é facultativa e os trabalhadores que não optarem não sofrerão qualquer espécie de sanção.

Fonte: Agência Senado

Veja Também

Vacina contra a Covid-19 da Johnson & Johnson entra na terceira e última fase de testes

Etapa deverá incluir até 60 mil voluntários em 8 países, inclusive no Brasil, e aceitará …