Justiça do Trabalho suspende privatização da Eletrobras

A 49ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro determinou a suspensão do processo de privatização da Eletrobras e de suas subsidiárias. Segundo a Justiça do Trabalho, a empresa precisa apresentar, no prazo de até 90 dias, um estudo sobre o impacto da privatização nos contratos de trabalho da estatal e das empresas vinculadas a ela.

A medida atinge tanto a empresa principal (holding) quanto as subsidiárias Amazonas Energia, Centrais Elétricas de Rondônia, Eletroacre, Companhia Energética de Alagoas e Companhia Energética do Piauí.

Fonte: Agência Brasil

Veja Também

Em Teresina, instituições oferecem auxílio gratuito para preenchimento da declaração do Imposto de Renda 2022

Para receber atendimento do UniFacid Wyden, basta levar 1 quilo de alimento não perecível Para …