Telegram derruba conta fake de Sergio Moro que disparava pornografia

Uma conta atribuída ao ex-ministro Sergio Moro no aplicativo Telegram, que distruiu conteúdo pornográfico na madrugada desta quarta-feira (3), foi desativada pela rede social. O usuário sf_moro é o mesmo que o ex-juiz usa no Twitter, mas a assessoria explicou que se trata de outra pessoa usando o mesmo domínio, segundo o portal Metrópoles.

A equipe de Moro pediu que a conta falsa fosse deletada e que o domínio sf_moro fosse disponibilizado para o ex-ministro.

Em 2019, Moro foi um dos alvos de hackers de Araraquara, no interior de São Paulo, que invadiram celulares de autoridades ligadas à Operação Lava Jato, como Deltan Dallagnol.

O caso foi compartilhado pelo portal The Intercept e ficou conhecido como “Vaza Jato”. Foi responsável pela queda de credibilidade do ex-juiz entre parte da população.

Em maio deste ano, em um depoimento à 10ª Vara Federal de Brasília, Moro afirmou que desistiu de usar o Telegram em 2017 por não considerá-lo confiável.

Yahoo

Veja Também

Governadores pedem encontro com Toffoli para debater fim do ICMS diferenciado em energia

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – Os governadores têm solicitado um encontro com o ministro Dias Toffoli …