terça-feira , novembro 24 2020

Quatro projetos são os pilares da nova gestão do Conselho Regional de Administração

Pelo menos quatro grandes projetos vão nortear as ações da nova diretoria executiva do Conselho Regional de Administração. Nos próximos 10 meses, o presidente Rodrigo Cavalcante e sua equipe terão que superar adversidades para conseguir trazer de volta ao Conselho profissionais da administração que há muito tempo estão afastados. Se depender do que aconteceu na posse, o primeiro passo foi dado. O evento foi prestigiado por grandes profissionais que atuam em cargos públicos e privados do estado do Piauí.

“São 10 meses, mas nós somos administradores, temos que ser modelo de gestão e todo planejamento para fazer isso já foi feito. A questão agora é a equipe, e por isso temos chamados profissionais da administração para participar desse momento de construção coletiva”, informou, empolgado, o presidente.

O primeiro passo será criar uma identidade. No Piauí existem mais de 15 mil egressos do curso de administração, e no conselho estão registrados, aptos a exercer a profissão, menos de 4 mil profissionais. Sem falar no número de inadimplência, que é considerado muito alto, acima de 50%. “Os números mostram que o trabalho vai ser árduo. A gente precisa fazer uma campanha, tornar o conselho mais atraente. Por isso estou apostando em projetos que vão mudar realidades”, disse Rodrigo Cavalcante.

Entre os projetos em pauta estão o SIFA, um Sistema Integrado de Fiscalização e Auto atendimento que promete ser uma revolução estado. “Esse Comércio Eletrônico Aplicado a Gestão de Conselho vai desburocratizar o trabalho dos profissionais”, revelou.

O presidente do Conselho Federal de Administração, Wagner Siqueira, e o vice presidente  Carlos Henrique Mendes Rocha, compareceram à posse e manifestaram apoio à nova direção local. “Esse é um momento histórico. A nova diretoria é composta por jovens que vão fazer o Conselho crescer. E o CFA vai estar presente, apoiando no que for preciso”, revelou Carlos Henrique Mendes da Rocha.

O segundo projeto que pode marcar a atual gestão vai ser um convênio com o Rio de Janeiro, com a Universidade Corporativa do Administrador, que vai trazer cursos on line gratuitos para profissionais de administração registrados e adimplentes no conselho. “Vão receber login e senha para ter acesso a plataforma, com direito a certificado para quem fizer esses cursos de extensão”, informou Rodrigo Cavalcante. Tanto o SIFA como as aulas gratuitas serão fruto de parceria com o CFA.

A descentralização de ações é o terceiro passo da equipe recém empossada. Foram criadas 4 Comissões Setoriais Permanentes que serão importantes em vários aspectos, como no desenvolvimento de projetos, organização de eventos e quem sabe, recolocação de profissionais no mercado. Essa comissão possui 4 pilares: Gestão de pessoas, gestão de saúde, gestão pública e gestão mulher administradora.

“Também queremos lançar esse ano um projeto chamado CRA Mais, que é um programa de recompensa para profissionais registrados”, anunciou Cavalcante, ao falar de mais um pilar de sua administração.

Cursos, Fóruns, Seminários e vários eventos já estão sendo elaborados pela nova equipe. Uma certeza é a volta das terças ADM, onde na terceira terça feira de cada mês haverão encontros na sede do CRA, à noite, para debater temas importantes para a administração.

Por fim, uma parceria com a OAB PI pode fazer com que os administradores piauienses entrem de fato e de direito na administração de condomínios locais. Pelo jeito, os próximos meses prometem ser intensos no CRA/PI.

Veja Também

CNJ julga revisão disciplinar de juiz do TJ-SP punido por “soltar muito”

O Conselho Nacional de Justiça deve julgar nesta terça-feira (24/11) uma revisão disciplinar apresentada pelo juiz Roberto …