Projeto de lei quer aumentar para 50 anos limite das penas de prisão

O deputado federal José Medeiros (Pode/MT) apresentou, na Câmara dos Deputados, projeto de lei que aumenta de 30 para 50 anos o limite de cumprimento das penas de prisão.

A proposta altera o Código Penal e prevê que crimes de homicídio qualificado e feminicídio possam levar a condenações de 50 anos de prisão. Atualmente, o tempo máximo de reclusão é limitado a 30 anos.

O texto estabelece progressão de pena diferenciada para crimes contra vida, depois de cumprir 3/4 da pena. A nova proporção vale para também para latrocínio, extorsão, extorsão mediante sequestro e estupro, classificados como crimes dolosos contra a vida pela proposta. O Código Penal estabelece como regra geral progressão a partir de 1/6 da pena cumprida.

Além disso, estabelece prazo de 35 anos de prescrição para pena superior a 20 anos. Hoje a prescrição máxima é de 20 anos, para penas acima de 12 anos.

No PL 2403/19, o parlamentar argumenta que quer ajudar a acabar com a impunidade. Para ele, o país “tem leis brandas, que beneficiam o autor do crime em detrimento da população”. Com informações da Assessoria de Imprensa da Câmara dos Deputados.

Veja Também

Estudo apresenta proteína capaz de impedir infecção do vírus da covid

Cientistas descobriam que a lectina impede entrada do SARS-CoV-2 na célula. É um passo importante …