Moraes, do STF, pede atualização de inquérito que mira Bolsonaro

Ação apura suposta interferência do presidente na Polícia Federal. Despacho é a primeira ação do ministro como relator do caso

O ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), determinou que a PF (Polícia Federal) preste informações sobre o andamento das investigações incluídas no inquérito que apura possível interferência do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na instituição. 

“Solicitem-se à autoridade policial designada nestes autos, informações sobre o andamento das investigações apontadas no despacho de polícia judiciária nº 458/2020 (fls. 889)”, afirma Moraes.

O despacho foi assinado no último domingo (25) e é a primeira ação de Moraes como relator do inquérito que apura interferência do chefe do Executivo na instituição. O ministro foi sorteado pelo sistema eletrônico da Suprema Corte – antes, o relator era o ex-ministro Celso de Mello, que se aposentou no último dia 13.

R7

Veja Também

Cristiane Britto, visita a OAB-PI e se reúne com representantes da advocacia

A Ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos do Brasil, Cristiane Britto, visitou a Ordem …