quinta-feira , dezembro 3 2020

Moraes, do STF, pede atualização de inquérito que mira Bolsonaro

Ação apura suposta interferência do presidente na Polícia Federal. Despacho é a primeira ação do ministro como relator do caso

O ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), determinou que a PF (Polícia Federal) preste informações sobre o andamento das investigações incluídas no inquérito que apura possível interferência do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na instituição. 

“Solicitem-se à autoridade policial designada nestes autos, informações sobre o andamento das investigações apontadas no despacho de polícia judiciária nº 458/2020 (fls. 889)”, afirma Moraes.

O despacho foi assinado no último domingo (25) e é a primeira ação de Moraes como relator do inquérito que apura interferência do chefe do Executivo na instituição. O ministro foi sorteado pelo sistema eletrônico da Suprema Corte – antes, o relator era o ex-ministro Celso de Mello, que se aposentou no último dia 13.

R7

Veja Também

Gilmar Mendes adia julgamento de habeas corpus que colocou Queiroz em prisão domiciliar

Caso seria analisado no plenário virtual da Segunda Turma a partir desta sexta. Gilmar concedeu …