Einstein Sepúlveda toma posse como Vice-Presidente da Comissão Nacional de Acesso à Justiça da OAB

O presidente da Comissão de Defesa e Valorização dos Honorários Advocatícios da OAB-PI, Einstein Sepúlveda, foi nomeado para o exercício do cargo de Vice-Presidente da Comissão Nacional de Acesso à Justiça do Conselho Federal da OAB (2022-2025). A Portaria e o Certificado foram assinados pelo Presidente do Conselho Federal da OAB, Beto Simonetti, e pelo Coordenador-Geral das Comissões e Procuradorias do CFOAB, Felipe Sarmento, e entregue pelo Presidente da Seccional Piauí, Celso Barros Coelho Neto na última segunda-feira (27/06).

“É uma honra muito grande servir a toda Advocacia e sociedade brasileira por mais acesso à justiça. Justiça que tem que ser rapidamente administrada, sendo esse um dos pilares institucionais da OAB. Com muita determinação e comprometimento com essa tão nobre causa, quero externar o meu agradecimento ao Presidente do CFOAB e amigo, Beto Simonetti, por toda confiança e aos amigos Celso Barros e Felipe Sarmento por endossarem esse projeto. Estou à disposição para servir. Afinal, não lidamos apenas com a nossa classe, mas também com toda sociedade, no que se refere a liberdade, bem-estar e muitos outros aspectos”, pontuou Einstein Sepúlveda.

O advogado é ex-tesoureiro da OAB Piauí, possui uma longa história de serviços prestados na Seccional Piauí destacando-se também como atual presidente da Comissão de Defesa e Valorização dos Honorários.

O presidente da OAB-PI, Celso Barros, pontuou a posse é um reconhecimento ao trabalho prestado no Estado e uma oportunidade de fazer a diferença nacionalmente. “Einstein Sepúlveda atua de forma árdua em prol da advocacia. Ele faz o que ama fazer. E essa disposição o fez chegar à Vice-Presidência dessa Comissão Nacional. Fico feliz pela sua conquista e nos colocamos sempre à disposição para servirmos em conjunto”, ressaltou.

A Comissão Nacional de Acesso à Justiça possui as seguintes atribuições: pugnar pela dignidade da classe e pela viabilização da assistência jurídica à sociedade, pela rápida administração da Justiça, pelo desenvolvimento dos meios extrajudiciais de resolução de conflitos e pela vigilância sobre os direitos fundamentais que garantem o efetivo acesso à Justiça.

Foto: Ascom OAB-PI 

Divulgação 

 

Fonte: OAB-PI

Veja Também

Ministro aposentado Nelson Jobim falará sobre Constituinte e sistema político no STF

O evento online será na próxima sexta-feira (19), com transmissão ao vivo. O Supremo Tribunal …