Conselho notifica 217 casos de exercício ilegal da profissão de Arquiteto e Urbanista

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Piauí notificou 217 casos de exercício irregular da profissão no estado durante 2018. Os dados estão no Sistema de Comunicação e Informação do CAU – Siccau, e coincide com o início das ações ajuizadas pelo Conselho na Justiça. Pela legislação federal, projeto de Arquitetura e Urbanismo é uma atribuição exclusiva da categoria profissional e precisa de um Registro de Responsabilidade Técnica para ser executado.

A equipe de Fiscalização do CAU/PI, ao detectar projetos de Arquitetura e Urbanismo elaborados por leigos ou outros profissionais, sem a devida formação técnica, notifica os responsáveis para apresentarem defesas. Todos os processos são analisados na Comissão de Ética e Disciplina do CAU/PI e podem resultar em multas e demais sanções.

Fonte: Ascom

Veja Também

Banco Popular adota medidas de apoio aos microempreendedores frente à pandemia

O Banco Popular de Teresina (BP) está adotando medidas de apoio aos pequenos empreendedores que …