segunda-feira , dezembro 6 2021

Cidade de SP começa semana com aplicação da 3ª dose em adultos

Para o cidadão receber o reforço, é necessário que tenha completado o esquema vacinal há pelo menos cinco meses

A cidade de São Paulo começa a semana com a aplicação da terceira dose da vacina contra a Covid-19 em cidadãos com mais de 18 anos nesta segunda-feira (22). A medida passou a valer na última quinta-feira (18), não só na capital, mas em todo o estado de São Paulo.

Com o anúncio do novo grupo elegível para a dose de reforço, veio também outra mudança que entra em vigor: a redução do intervalo entre doses, de seis para cinco meses. O anúncio foi feito na quarta-feira (17) pelo governador João Doria (PSDB) e segue orientação do Ministério da Saúde sobre a extensão da vacinação em todo o país.

Na cidade de São Paulo estão aptas ao reforço todas as pessoas que tomaram a segunda dose dos imunizantes CoronaVac, AstraZeneca e Pfizer até o dia 17 de junho. O grupo receberá a terceira dose, preferencialmente, com a vacina da Pfizer.

Além disso, a cidade segue com a imunização da primeira e segunda doses para os maiores de 18 anos e os adolescentes de 12 a 17 anos, além da dose de reforço para os idosos com mais de 60 anos e grupos de trabalhadores como os da saúde, educação e funcionários públicos que atuem na GCM (Guarda Civil Municipal), sepultadores e fiscais das subprefeituras.

Postos de vacinação

A primeira dose, a segunda e a adicional são oferecidas das 8h às 17h nos megapostos, drive-thrus e farmácias parceiras e das 7h às 19h em UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e AMAs/UBSs Integradas.

Filômetro e pré-cadastro

O site De Olho na Fila ajuda a evitar aglomerações ao exibir a movimentação de pessoas nas unidades. A ferramenta também informa quais vacinas estão disponíveis para a aplicação da segunda dose.

Além disso, fazer o preenchimento do pré-cadastro no site Vacina Já agiliza o tempo de atendimento no posto de vacinação.

R7

Veja Também

Pfizer facilita acesso mundial ao medicamento oral contra Covid

Acordo de laboratório com ONG ligada à ONU facilita produção do remédio em 95 países, …