quinta-feira , janeiro 21 2021

TRT determina que frota de ônibus seja reforçada nos horários de pico

A greve dos motoristas de ônibus chegou a seu quarto dia.

Motoristas e cobradores pedem reajuste de 8,43%, e o salário de R$ 1.876,00 ganharia aumento para R$ 2.045,78.

A questão é que trabalhadores e sindicato patronal não estão chegando a um consenso.

Diante do contexto, o desembargador do Tribunal Regional do Trabalho, Wellington Jim Boavista, determinou que 70% da frota dos ônibus circule no horário de pico durante a greve dos motoristas e cobradores. Afinal, a população continua sendo a maior prejudicada pelo movimento.

Assim sendo, a pedido do desembargador, os horários de de 6h às 8h, das 11h às 14h e das 17h às 20h, teoricamente, terão mais ônibus circulando por Teresina.

 

Veja Também

Banco Popular adota medidas de apoio aos microempreendedores frente à pandemia

O Banco Popular de Teresina (BP) está adotando medidas de apoio aos pequenos empreendedores que …