Subseção de Campo Maior realiza o I Fórum Regional de enfrentamento a Violência Obstétrica

A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, por meio da Subseção de Campo Maior e das Subcomissões da Mulher Advogada e de Apoio a Vítima de Violência, realizou o “I Fórum Regional dos Carnaubais de enfrentamento a Violência Obstétrica e Redução da Mortalidade Materna e Neonatal”. O evento que aconteceu no Plenário do Júri, no Fórum de Campo Maior, também contou com o apoio da Coordenadoria Estadual de Políticas para Mulheres.

A ação teve o objetivo de debater, buscar soluções e avançar no assunto em um âmbito jurídico e científico. Segundo a Presidente da Comissão da Mulher Advogada, Dalva Fernandes, a violência obstétrica fere a dignidade e o valor humano das mulheres e, por isso, falar sobre o assunto é de extrema importância para comunidade jurídica e para a sociedade em geral.

“A experiência desse fórum regional nos mostra que estamos no caminho certo para continuar levando essas atividades para todo o Piauí. A nossa ideia é fazer em todas as regiões essa abordagem, já que muitas outras Presidentes de Submissões já se interessaram pelo projeto. Já estamos trabalhando na expansão para próximo ano”, afirmou Dalva Fernandes.

Falando sobre os fatores relacionados a complicações obstétricas, a Presidente da Comissão de Apoio à Vítima de Violência, Alba Valéria, ministrou a palestra “Mortalidade Materna e Direitos Humanos – A relevância do Caso de Alyne Pimentel”.

Participaram do evento a Presidente da Comissão da Mulher Advogada, Dalva Fernandes; a Presidente da Comissão de Apoio à Vítima de Violência, Alba Valeria; a Ouvidora de Gênero e Presidente da Comissão de Promoção da Cidadania, Justina Vale; Presidentes e Membros das Subcomissões, profissionais da saúde, magistrados, além de advogados e advogadas da região.

Ascom

Veja Também

Prouni, Fies e Sisu já possuem cronograma para o 2º semestre

Os prazos de inscrições para processos seletivos do MEC já foram definidos. O Ministério da …