STF autoriza abrir investigação sobre atos antidemocráticos

Ministro Alexandre de Moraes decidiu atender ao pedido de inquérito do procurador-geral Augusto Aras envolvendo a organização dos protestos

 

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu nesta terça-feira (21) atender ao pedido do procurador-geral da República, Augusto Aras, e abrir um inquérito para apurar “fatos em tese delituosos” envolvendo a organização de atos antidemocráticos.

Ao acionar o Supremo, Aras não cita especificamente o presidente Jair Bolsonaro, que participou de um ato em Brasília, mas justificou o pedido ao STF dizendo que os atos foram cometidos “por vários cidadãos, inclusive deputados federais”. Cabe à Suprema Corte investigar pessoas com foro, como deputados.
Bolsonaro participa de manifestação no domingo que pedia fim do isolamento e fechamento do Congresso e do STF 19/04/2020 REUTERS/Ueslei Marcelino
Foto: Reuters

terra

Veja Também

PGR pede que STF apure se ministro da Educação cometeu crime de homofobia

Milton Ribeiro afirmou em entrevista que ‘não concorda’ com quem ‘opta por ser homossexual’. Em …