quarta-feira , setembro 23 2020

Revista Direito Hoje consolida de vez sua marca

Bastante prestigiado o lançamento da décima terceira edição da Revista Direito Hoje. O evento, que aconteceu no espaço Canoas II do Blue Tree Hotel, contou com a presença de grandes nomes da advocacia piauiense, setores da imprensa e admiradores de um impresso que já possui mais de uma década de existência.

Na ocasião, também foi apresentado o novo layout do Portal www.revistadireitohoje.com.br. Mais um espaço para a área jurídica, com seções também de economia, mercado, empreendedorismo, carreira… O novo portal, muito elogiado, já atingiu a marca de 5 mil acessos diários.

Um dos primeiros a chegar foi o atual presidente da OAB, Chico Lucas. Em conversa com os jornalistas presentes, não escondeu os elogios. “É um veículo consolidado, que possui publicações de utilidade, respeitado pelos advogados.  A qualidade do material é inquestionável, os artigos retratam o cenário jurídico atual. Sem dúvidas, é uma das maiores vozes da advocacia piauiense e nacional”, informou.

Na ocasião, Chico Lucas reafirmou que não deseja ser candidato à reeleição à presidente da OAB PI.

O presidente do Conselho Editorial da Revista Direito Hoje, advogado e jurista Nelson Nery Costa, manifestou entusiasmo durante o lançamento de mais uma edição. “É uma revista feita com coragem. Estamos resgatando conteúdos importantes e mantendo uma característica nacional de competência. É o espaço das discussões jurídicas. Sem dúvidas, a Direito Hoje está em sintonia com as mudanças do mundo”, disse, elogiando também o Portal da Revista Direito Hoje, cuja quantidade de acessos surpreendeu o jurista.

O advogado Gilson Alves, que também prestigiou o evento, revelou que já possui uma parceria antiga com o veículo. “Fazer parte disso é gratificante. Já são mais de 4 anos que estou acompanhando esse trabalho. Confesso que ao ler, vem uma vontade enorme de escrever  artigos”, confidenciou.

Confira nossa galeria de fotos:

Veja Também

Direito à revisão de benefício previdenciário cujo mérito não foi apreciado na concessão decai em dez anos

Em julgamento realizado sob o rito dos recursos especiais repetitivos (Tema 975), a Primeira Seção …