Retomadas discussões sobre implantação da Escola sem Partido

Na mais recente reunião, uma troca de acusações entre os parlamentares causou tumulto. Com o início das votações no Plenário da Câmara, o presidente da comissão, deputado Marcos Rogério, decidiu suspender o encontro.

comissão especial que discute o projeto da Escola Sem Partido (PL 7180/14) está reunida para, novamente, tentar analisar o parecer do relator, deputado Flavinho (PSC-SP). Entretanto, deputados da oposição continuam apresentando questões de ordem para tentar adiar a votação da proposta.

Na última reunião os ânimos estavam acirrados na comissão. A segurança foi reforçada, a reunião foi transferida para um espaço maior e senhas foram distribuídas igualmente entre os manifestantes favoráveis e contrários à proposta. Enquanto esperavam o início das discussões, manifestantes dos dois lados se provocaram mutuamente com a exibição de cartazes e desentendimentos pontuais.

A proposta
O texto impede que professores expressem, em sala de aula, convicções ou preferências pessoais em temas ideológicos, religiosos, morais, políticos e partidários. O projeto também proíbe que alunos sejam favorecidos ou constrangidos por estas posições.

O assunto é polêmico e divide opiniões entre os parlamentares.

Fonte: Agência Câmara

Veja Também

UFPI oferta 2.888 vagas para ingresso via SISU no Primeiro Semestre de 2021

A distribuição detalhada das vagas por curso e campus está informada no Termo de Adesão, assinado …