Projeto visa coibir furtos em escolas piauienses

A novidade se chama Smartlab e está voltada para a proteção de equipamentos valiosos, especialmente os de informática.

O equipamento propõe-se a guardar bens de alto valor, em grandes volumes, de maneira rápida e eficaz. O armário, conectado à internet, pode ser monitorado remotamente por empresas de segurança eletrônica ou através de um aplicativo para smartphone. Experiências simlares já estão sendo desenvolvidas nos estados do Amazonas e São Paulo.

O Smartlab conta com carrinhos que acomodam até 40 notebooks transformando-se em um laboratório dinâmico e tem vantagens como a substituição de laboratórios fixos de informática, liberando assim uma sala de aula por escola. Fechamento e abertura rápidos com acesso biométrico individual para cada módulo, recarga em repouso de aparelhos enquanto eles estão seguros, além do monitoramento 24 horas, com câmeras interna, externa e inspeção física no local caso necessário.
“Um piloto do projeto está sendo instalado no Liceu Piauiense e a licitação está em andamento para a instalação desses armários inteligentes inicialmente nas escolas de tempo integral. Até dezembro deste ano eles devem estar em funcionamento”, acrescenta Jorge Tajra, gerente de Tecnologia da Informação da Seduc.
Fonte: Ascom

Veja Também

Inscrições do Fies serão abertas na próxima terça-feira (27)

As inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do segundo semestre de 2021 serão …