Procon/PI autua empresa aérea

O Ministério Público do Piauí foi acionado após um voo atrasar quase 10 horas no aeroporto de Teresina.

De acordo com o Procon, cerca de 40 passageiros foram afetados pela atraso. A empresa responsável pelo voo, a Azul Linhas Aéreas, foi autuada pelo Ministério Público e tem 15 dias para apresentar defesa. Segundo o Procon, em 2019 a empresa foi autuada duas vezes em Teresina por conta do mesmo problema.

A aeronave ia de Teresina para Campinas, São Paulo. A empresa informou ao MP, que o atraso decorreu por questões de manutenção na aeronave e que não ofertou a hospedagem aos passageiros por falta de vagas na cidade.

Veja Também

Fiscais do Procon autuam três estabelecimentos por aumento de preço de máscaras e álcool em gel

Uma equipe do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) realizou fiscalização em três …