quinta-feira , outubro 29 2020

Mulher aciona Justiça por fala de Bolsonaro de US$ 1.000 de auxílio emergencial na ONU

A mulher é beneficiária do auxílio desde maio, ou seja, até o momento o valor total das parcelas fica em R$ 3 mil.

Uma mulher desempregada ajuizou ação contra a União na 10ª vara da Justiça Federal no Rio de Janeiro após Bolsonaro afirmar ter pagado US$ 1.000 (cerca de R$ 5.540) de auxílio emergencial para cada brasileiro na pandemia.

O discurso do presidente foi proferido na 75ª Assembleia Geral das Nações Unidas, na última semana.

A mulher é beneficiária do auxílio desde maio, ou seja, até o momento o valor total das parcelas fica em R$ 3 mil.  Além do pagamento da diferença, a mulher pleiteia pagamento por dano moral.

A União já foi intimada a prestar informações no prazo de 10 dias. O Palácio do Planalto não se pronunciou na imprensa oficial até o momento.

Por: Redação do Migalhas

Veja Também

TRF4 nega habeas corpus para ex-servidor da Justiça do Trabalho condenado por praticar advocacia administrativa

Definido pelo artigo 321 do Código Penal, o delito de advocacia administrativa consiste em patrocinar, …