terça-feira , janeiro 19 2021

Médicos vão parar as atividades no Piauí

Os médicos servidores públicos estaduais vão paralisar as atividades nos dias 6 e 7 de maio (próxima segunda e terça). A decisão da categoria é para alertar a sociedade sobre os riscos de colapso na saúde e para que o governo tome as providências cabíveis e emergenciais.

“A Diretoria do Sindicato dos Médicos já vem solicitando incansavelmente, reuniões com o secretário de saúde, com a vice-governadora e com o próprio governador para tratar sobre a situação da saúde, porém, sem êxito. Trabalhar com a saúde nessa situação precária, nunca será uma opção para classe médica. Estamos denunciando a real situação, onde os médicos são forçados a atender a população em condições precárias. Sabemos do risco que nós e a população estamos correndo. A situação é tão grave, que estamos à beira de um colapso na saúde”, diz Lúcia Santos, diretora do Simepi e da Federação Nacional dos Médicos (Fenam).

Entre as reivindicações da categoria médica, o piso salarial estipulado pela Federação Nacional dos Médicos (Fenam), a progressão automática na carreira, a realização de novos concursos públicos, pois os médicos assumem, diariamente, a carga de trabalho de dois ou mais profissionais e melhores condições de trabalho.

Veja Também

Entenda como vai funcionar o plano de vacinação contra covid-19 em São Paulo

O governo de São Paulo apresentou nesta quarta-feira, 6, o Plano Estadual de Imunização contra o coronavírus. …