Justiça ordena que estudante pague indenização por agredir árbitra

O juiz Max Paulo Soares de Alcântara ordenou que o estudante que agrediu a árbitra de futsal em Parnaíba pague uma indenização de cinco salários mínimos, equivalente a R$ 4.990 para a vítima.

No mês de junho, a árbitra Eliete Maria Fontenele dos Santos, 42 anos, foi agredida com tapas e socos no rosto durante partida de futsal em um campeonato realizado na Universidade Federal do Delta do Parnaíba, litoral do estado.

O estudante pagará o valor em parcelas de 10 meses.  E corre o risco de ser expulso da faculdade onde estuda.

Veja Também

Consórcio Nordeste recomenda Sputnik V, mas diretoria Anvisa rejeita importação e uso

Os cinco diretores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) rejeitaram, por unanimidade, a importação …