sexta-feira , fevereiro 26 2021

Construção civil tem boas projeções econômicas para 2021

Setor ainda teve o terceiro crescimento consecutivo no Piauí, de acordo com dados da FIEPI

As projeções econômicas envolvendo o setor da construção civil são bastante positivas para o ano de 2021. O cenário é de otimismo e a expectativa é para mais geração de empregos, novos lançamentos e aumento da compra de insumos. Segundo estimativas da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), que representa nacionalmente todo o segmento, a previsão de crescimento é de 4%.

Em um ano atípico que foi 2020, devido à pandemia da Covid-19, o setor registrou queda de 2,8%. Apesar disso, a construção foi quem mais gerou empregos no país nos primeiros 10 meses do ano passado: 138.409 vagas formais. O resultado foi o melhor para o período desde 2013.

Para Guilherme Fortes, vice-presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon Teresina), o crescimento de 4% será o maior avanço em oito anos. Ele ainda completa que as expectativas da categoria para o ano são bem positivas no que diz respeito a novos empregos e aumento da compra de insumos, que teve preços muito elevados no ano de 2020.

“O ano passado foi complicado para o segmento devido à pandemia, mas temos nos reorganizado e buscado meios de garantir crescimento social e econômico, bem como lançamentos de novos empreendimentos e serviços”, reforça o gestor.

Responsável por 54% do PIB Industrial do Piauí, a construção teve crescimento pelo terceiro mês consecutivo no Estado segundo sondagem realizada pela Federação das Indústrias do Estado do Piauí (FIEPI) em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Os dados mostram que no Piauí o nível de atividade igual ao usual foi de 52,2% enquanto na região Nordeste foi de 45,1%.


Fonte: Com informações da Ascom

Veja Também

TCU requisita material sobre contratação de Moro por consultoria americana

O ministro Bruno Dantas, do Tribunal de Contas da União (TCU), deu o primeiro passo …