quinta-feira , setembro 24 2020

Conheça as linhas de crédito fruto da parceria entre a OAB Piauí e a Agência de Fomento

Estabelecer parcerias com instituições para proporcionar benefícios aos advogados e advogadas piauienses é uma das missões institucionais da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí. “Advocacia Empreendedora” é um exemplo delas e que oferece linhas de crédito aos advogados e advogadas.

A iniciativa acontece graças à parceria firmada entre a OAB Piauí e a Agência de Fomento e Desenvolvimento do Estado do Piauí – Piauí Fomento, realizada em dezembro do ano passado. A parceria tem o objetivo de viabilizar o desenvolvimento socioeconômico no exercício das atividades advocatícias, por meio de Programas de Concessões de Crédito da Piauí Fomento.

O Termo de Cooperação possibilita o financiamento de atividades voltadas para a prática do exercício profissional da advocacia para profissionais liberais e empreendedor individual.

Para o Presidente da OAB Piauí, Celso Barros Coelho Neto, a parceria representa um avanço para a advocacia e, mais do que isso, representa uma preocupação da entidade em possibilitar aos advogados e advogadas a facilidade do financiamento de créditos. “Firmamos essa parceria em prol do fortalecimento e do crescimento da nossa classe. A assinatura desse convênio auxilia na modernização e na ampliação do exercício profissional da advocacia, por meio do acesso facilitado às linhas de crédito da Agência Piauí Fomento”, ressaltou o Presidente.

Segundo o Diretor-Tesoureiro da OAB Piauí, Einstein Sepúlveda, esse é mais um passo em busca do fortalecimento e desenvolvimento da Classe. “Esse convênio fortalece um dos nossos objetivos com toda a advocacia: crescimento profissional. Queremos avançar e ajudar no desenvolvimento de toda classe. Essa parceria proporciona isso. Estamos possibilitando linhas de crédito que auxilia nos projetos dos advogados e advogadas”, frisou.

Conheça as categorias do Programa:

Na categoria do profissional liberal e dentro do capital de giro, os interessados podem solicitar empréstimo de até R$ 10 mil e com prazo em até 24 meses. Já na categoria do investimento fixo, o profissional liberal registrado na OAB pode solicitar um valor de até R$ 15 mil, com prazo em até 36 meses.

Para isso, é necessário que o interessado apresentem, na Agência Piauí Fomento, RG ou a Carteira da OAB, CPF, comprovante de endereço, fichas cadastrais devidamente preenchidas, comprovante de Conta Corrente e Declaração de Imposto de Renda.

Já a categoria do empreendedor individual, o Termo tem como público-alvo o profissional liberal, microempresas e empresas de pequeno porte; empreendedor individual, com registro em qualquer data; profissional liberal habilitado e registrado na sua atividade. Para capital de giro, o limite operacional é de R$ 10 mil, com prazo de até 24 meses e, para investimento fixo, o limite é de R$ 15 mil, com prazo de até 36 meses.

Além dos documentos exigidos acima, nesta categoria é necessário apresentar Certificado de Micro empreendedor individual; Cartão CNPJ; Inscrição Estadual; Declaração Anual do SIMEI, Certidão de Nascimento ou Casamento e documentos que comprovem a atividade, como notas fiscais, recibos, faturas de compras, dentre outras.

As micro, pequenas e médias empresas interessadas em investimento, o valor mínimo financiado é de R$ 5 mil e o teto é de R$ 100 mil. Já as microempresas e empresas de pequeno porte interessadas em capital de giro, o limite operacional é de R$ 1 mil e o teto é de R$ 100 mil.

Para mais informações: (86) 3216-6277 / (86) 3221-8177 ou por meio do email piauifomento@fomento.pi.gov.br .

Ascom

Veja Também

Banco Popular adota medidas de apoio aos microempreendedores frente à pandemia

O Banco Popular de Teresina (BP) está adotando medidas de apoio aos pequenos empreendedores que …