Clínica tem atividades suspensas em Teresina

O Conselho Regional de Odontologia do Piauí (CRO-PI) realizou uma fiscalização em clínica localizada em prédio de alto padrão na Zona Leste de Teresina. No trabalho, o CRO identificou a ausência de sala de esterilização, procedimento que era realizado no banheiro do estabelecimento.

A fiscalização foi de abertura de inscrição, ou seja, a clínica entrou com uma solicitação de regularização junto ao CRO, porém com a constatação das irregularidades, a clínica teve suas atividades suspensas, até que se adeque às normas vigentes. Na ocasião, também se registrou um laboratório de prótese irregular, sem a devida inscrição do Conselho.

O profissional responsável pela clínica possui registro no CRO-PI, assim, ele responderá a um processo na Comissão de Ética. Ao fim do trabalho foram elencadas as adequações necessárias, que na medida que forem realizadas, a Comissão de Fiscalização do Conselho Regional de Odontologia voltará a clínica odontológica e liberará suas atividades.

O presidente do CRO-PI, Leonardo Sá, destaca a importância dos pacientes verificarem se a clínica odontológica possui ou não inscrição no Conselho, de modo que lhes seja garantido o atendimento com profissionais capacitados e em uma clínica regularizada. “O paciente pode consultar no próprio Conselho de Odontologia, se os profissionais estão registrados, se a clínica está com toda a documentação correta. Além disso, é importante também conferir se os profissionais têm a especialidade registrada, pois muitas vezes se oferece uma especialidade a qual não se tem registro. Então, essa consulta junto ao CRO vai garantir que o atendimento está sendo realizado por um profissional capacitado, e em uma clínica que segue todas as exigências técnicas do Conselho”, indicou.

Ascom

Veja Também

Estudo apresenta proteína capaz de impedir infecção do vírus da covid

Cientistas descobriam que a lectina impede entrada do SARS-CoV-2 na célula. É um passo importante …