Cerveja ‘low carb’ é nova aposta da Ambev para público saudável

Segundo a fabricante, quando comparada com as 10 cervejas mais populares do Brasil, a Michelob tem 80% menos carboidratos

A fabricante de bebidas Ambev passa a vender no Brasil a cerveja Michelob Ultra, bebida que aposta no consumo reduzido de carboidratos e teor calórico e foca no público que busca estilos de vida mais saudáveis.

A Ambev afirma que, quando comparada com as 10 cervejas mais vendidas do Brasil, a Michelob Ultra tem 80% menos carboidratos, com apenas 1,95 grama cada 200 ml e apenas 79 calorias, conforme divulgado no valor nutricional.

O lançamento acontece menos de um mês após o início da vendas dos shots for/me, marca de bebidas sem adição de açúcares ou conservantes, reforçando o interesse da Ambev em oferecer produtos saudáveis também na categoria não alcoólica. Em junho do ano passado, a cervejaria também passou a comercializar sua primeira opção de cerveja com teor reduzido de glúten, da marca Stella Artois.

Apesar de anunciar o lançamento neste momento, a Ambev já vem testando, em formato piloto, a aceitação da Michelob Ultra desde o segundo semestre do ano passado, na cidade de Florianópolis. Os bons resultados levaram a cervejaria a agora expandir a venda para o Sudeste e para todo o país através de e-commerce.

“Estamos sempre atentos nas pessoas, nas tendências e desejos, para oferecer os melhores produtos nos melhores momentos”, afirma em nota Felipe Cerchiari, diretor de inovação da Ambev.

O produto é comercializado para todo o país pelo site Empório da Cerveja e em pontos de venda físicos em São Paulo. No site, o pack com 6 unidades de 355 ml da cerveja custa R$ 29,94.

Mercado em expansão
Um dos principais diferenciais das cervejas “low carb” é a quantidade reduzida de carboidratos e também calorias, algo visto com maior frequência nas cervejas com baixo teor alcoólico.

Nos Estados Unidos, o segmento de wellness (bem-estar), no qual se encaixa esse tipo de bebida, tem apresentado forte crescimento nos últimos anos. Nesse contexto, a Michelob Ultra aproveita o bom o momento: no mercado americano desde 2002, a marca se tornou a mais vendida no país em 2019, segundo a empresa de pesquisas de mercado Euromonitor. Naquele mesmo ano, o consumo de bebidas com baixo teor alcoólico cresceu 7%, de acordo com dados da consultoria Nielsen.

A tendência é de crescimento. O segmento de bebidas saudáveis cresceu 73% em valor entre 2013 e 2018 e deve manter a curva ascendente até 2022, com taxa de crescimento de 30% globalmente. Com a premissa de atrair consumidores cada vez mais preocupados com a saúde, as cervejas menos calóricas e não alcoólicas também já fazem parte do portfólio de marcas como Budweiser e Heineken.

Linhas saudáveis
Além das cervejas, a dona das marcas Corona e Stella Artois tem apostado no segmento de saudabilidade e funcionalidade por meio de outros lançamentos anteriores, como o Guaraná Natu, refrigerante que não tem adição de açúcar ou conservantes e a primeira linha de bebidas funcionais antioxidante da marca do bem, voltada hidratação e consumo de vitamina C, sem adição de açúcar e sem corantes ou conservantes artificiais.

Exame

Veja Também

Amazon traz Prime Day ao Brasil após coronavírus turbinar vendas

Dia promocional surge após investimentos da gigante americana na infraestrutura logística no mercado brasileiro, para …