sexta-feira , novembro 27 2020

Apesar da Covid-19, Trump está bem e não recebe oxigênio, diz equipe médica do presidente dos EUA

De acordo com o líder da equipe, Sean Conley, os sintomas de Trump agora são cansaço, congestão nasal e tosse. O presidente dos EUA não teve febre desde sexta-feira.

Internado em um hospital militar com Covid-19, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, está respondendo bem ao tratamento e não precisa do auxílio de máquinas que facilitam a respiração, de acordo com a equipe de médicos da Casa Branca.

Os profissionais de saúde, liderados por Sean Conley, deram uma entrevista coletiva no Centro Médico Walter Reed neste sábado (3). Os sintomas de Trump agora são cansaço, congestão nasal e tosse –que estão sendo resolvidos e em processo de melhora–, afirmaram os médicos.

 

Ele não teve febre desde sexta-feira e está sendo monitorado de perto, segundo os profissionais de saúde.

Conley disse que o presidente não está respirando com a ajuda de aparelhos, mas se recusou a responder se Trump precisou do auxílio em algum momento.

Outro médico, Sean Dooley, afirmou que o presidente está com bom humor.

No entanto, a agência Reuters ouviu de uma pessoa que acompanha o tratamento que alguns dos sinais vitais nas últimas 24 horas foram muito preocupantes e que os próximos dois dias serão críticos. O presidente não estaria ainda em uma via de recuperação clara, de acordo com essa fonte.

 

A data da infecção

 

Uma das falas de Conley durante a coletiva pode ser interpretada como uma indicação de que o diagnóstico já era conhecido na quarta-feira (1), e não na noite de quinta-feira (2), quando foi revelado em uma rede social pelo próprio presidente.

Ao descrever como tem sido a evolução da doença, Conley afirmou que “Trump teve diagnóstico há apenas 72 horas”. Se isso for preciso, já se sabia da infecção na metade da quarta-feira.

Os repórteres pediram para que ele esclarecesse, o que Conley não fez. Ele afirmou que o teste foi feito novamente na quinta-feira e que as indicações clínicas eram um pouco mais preocupantes.

Próximos dias no hospital

 

A internação hospitalar Trump deverá durar alguns dias. Na sexta-feira (2), ele revelou que havia testado positivo para Covid-19. No fim do dia, foi levado de helicóptero ao Centro Médico Militar Walter Reed, perto da capital Washington –segundo a Casa Branca, foi uma medida de precaução.

Ele vai trabalhar em uma suíte especial no hospital nos próximos dias, disse a secretária de imprensa da presidência, Kayleigh McEnany.

Durante a madrugada deste sábado (3), o presidente publicou um texto em uma rede social no qual afirmou “indo bem, eu acho”, e agradeceu o apoio.

Trump tem características que o tornam mais vulnerável a sintomas graves da Covid-19: ele tem 74 anos, sobrepeso e não há relatos que descrevem sua dieta como saudável ou que ele se exercite.

A primeira-dama, Melania, de 50 anos, não foi hospitalizada.

Tratamento

 

Trump recebeu um tratamento em fase experimental produzido pela farmacêutica Regeneron. Ainda em testes em humanos, os cientistas usam os linfócitos B (células que produzem os anticorpos) de pacientes que já tiveram a doença.

Além disso, os médicos receitaram uma droga intravenosa antiviral. Ele também tomou outras substâncias, como vitamina D, analgésicos e medicamento para gastrite.

G1

00:00/05:04

Donald Trump está internado para tratar Covid-19

Ele não teve febre desde sexta-feira e está sendo monitorado de perto, segundo os profissionais de saúde.

Veja Também

Comissão de juristas vai elaborar projeto sobre normas de processo constitucional

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, instituiu nesta terça-feira (24/11) uma comissão de …