terça-feira , dezembro 7 2021

Advogado Alessandro Lopes vai disputar vaga de desembargador do TJ/PI

Alessandro Lopes é mestrando em Ciências Criminais pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Pós-graduado em Direito e Democracia pela Universidade Federal do Piauí (UFPI)

O advogado de Teresina e ex-juiz do Tribunal Regional do Estado (TRE-PI), Alessandro Lopes, é um dos nomes cotados para o quinto constitucional destinado à vaga de desembargador do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ-PI).

Alessandro Lopes conta que toda a sua carreira foi pautada na advocacia. Durante sua trajetória, teve participação ativa na Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Piauí (OAB-PI), passando por diversas comissões, como a Comissão Nacional de Direito Empresarial do Conselho Federal da OAB-PI. Também foi membro da Comissão de Estágio e Exame de Ordem, presidente da Comissão de Controle da Atividade Pública, presidente da 3ª Turma do Tribunal de Ética, Conselheiro Seccional da OAB-PI, e agora entrará na disputa para o cargo de desembargador do TJ-PI, representando a classe dos advogados.

Quando questionado sobre a possibilidade de concorrer ao quinto constitucional, ele diz “um dia o meu filho me perguntou ‘pai, por que você quer ser desembargador?’ Eu respondi ‘filho, porque toda a minha vida foi voltada para defender interesses da advocacia e da sociedade, através dos problemas de clientes e, depois, eu tive a experiência como julgador no TRE. Vi que, como advogado, poderia representar a classe, junto ao Tribunal de Justiça do Estado do Piauí,  fazendo com que os processos sejam mais céleres, a advocacia seja ouvida e que possamos levar uma justiça social mais efetiva e acessível a todos”, ressaltou.

Alessandro Lopes é mestrando em Ciências Criminais pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Pós-graduado em Direito e Democracia pela Universidade Federal do Piauí (UFPI). E possui pós-graduação em Direito Constitucional e Controle na Administração Pública pela EGC/TCE – Tribunal de Contas do Estado do Piauí.

Quinto Constitucional

Com a aposentadoria compulsória do desembargador Luiz Gonzaga Brandão de Carvalho, que completará 75 anos, dia 15 de outubro, uma vaga será aberta na Corte do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí.

O novo nome será oriundo da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e ocupará a vaga pelo Quinto Constitucional, dispositivo da Constituição Federal que determina que um quinto das vagas de determinados Tribunais brasileiros seja preenchido por advogados e membros do Ministério Público.

Piauí Hoje

Veja Também

Juíza suspende atividade profissional de sete advogados suspeitos de fraude; OAB-GO vai recorrer

Sete advogados tiveram a atividade profissional suspensa cautelarmente, por força de decisão judicial, por suspeita …