600 mil brasileiros não possuem registro de nascimento

A Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados discute estratégias para debater a erradicação do sub-registro no Brasil.

Sub-registro é o conjunto de nascidos não registrados no próprio ano ou até o primeiro trimestre do ano seguinte.
Segundo o IBGE, as principais causas de sub-registro são o fato de as mães esperarem o reconhecimento da paternidade de seus filhos e as distâncias e os custos de deslocamento até o cartório.

“Conforme dados do censo realizado em 2010, o Brasil tem quase 600 mil pessoas entre 0 e 10 anos sem registro civil de nascimento”, afirma o presidente da comissão, deputado Luiz Couto (PT-PB), que pediu a realização do debate.

“Os mais afetados pelo sub-registro são as minorias e grupos em condições de vulnerabilidade social: povos indígenas, comunidades quilombolas, povos ciganos, população em situação de rua, população em situação de privação de liberdade, trabalhadores rurais e grupos LGBTT”, afirma o parlamentar.

Fonte: Agência Câmara

Veja Também

Os desafios da ButanVac, que vai usar 20 milhões de ovos de galinha para produzir 40 milhões de vacinas

Produção de imunizante nacional tem tecnologia barata já usada com sucesso na fabricação da vacina …