quarta-feira , setembro 30 2020

2º Congresso Internacional de Direitos Culturais será realizado em Floriano

Vem aí a segunda edição do Congresso de Direitos Culturais, dessa vez, na cidade de Floriano. O Congresso foi tema de reunião realizada na Presidência da OAB Piauí. O evento, que teve a sua primeira edição na cidade de Oeiras, acontecerá no segundo semestre e visa capacitar gestores públicos, bem como despertar os advogados e advogadas mais nichos de atuação no Direito.

O evento tem como objetivo congregar diversas instituições e atores culturais para difundir e aprofundar os conhecimentos sobre Direitos Culturais no Estado do Piauí. “O congresso visa trabalhar a valorização da cultura em todas as suas nuances e é de grande relevância para a difusão do Direito Universal. Nosso desejo é que esse evento se torne fixo no calendário da advocacia piauiense e seja tão enriquecedor tanto o realizado em Oeiras no ano passado”, frisou o Presidente das OAB Piauí, Celso Barros Coelho Neto.

Segundo o Presidente da Comissão Especial de Direito à Educação do CFOAB e também Presidente da Comissão de Educação Jurídica da OAB Piauí, uma das propostas do evento é capacitar os gestores públicos. “Pretendemos levar à comunidade de Floriano, no segundo semestre, a discussão sobre a proteção do patrimônio cultural. Além disso, o evento tem como missão capacitar gestores públicos para que formulem normativas de proteção cultural, bem como para despertar aos advogados mais nichos de atuação”, explica o Presidente da Comissão, Thiago Carcará.

Para o advogado, professor e membro da Comissão Especial de Direito à Educação, Raimundo Neiva, o Projeto visa engrandecer a Advocacia que milita em Floriano e região. “Abordaremos a temática da difusão dos Direitos Culturais e a sua relevância para a história da sociedade. A exemplo do grandioso evento realizado em Oeiras, que foi muito procurado e respaldado, o evento em Floriano será, sem dúvidas, muito enriquecedor. Agradeço todo o apoio do Presidente”, destacou Raimundo Neiva.

Também participou da reunião a advogada, Isidoria Rocha Fonseca.

OAB/PI

Veja Também

Ministro defende discussão sobre redução da maioridade penal

O Brasil deveria se espelhar na legislação de outros países em que há maior proteção …