sexta-feira , dezembro 4 2020

Volta às aulas presenciais: 8 redes estaduais de ensino público já têm data de retorno; consulte seu estado e capital

No final de agosto, esse número era de 5, segundo levantamento feito pelo G1.

Agora são 8 as redes estaduais no país que têm uma data definida para reabrir as escolas em 2020, segundo um levantamento feito pelo G1. No dia 30 de agosto, esse número era de 5. Os estados que já têm uma data para retorno na sua rede pública estadual são:

  • Espírito Santo
  • Minas Gerais
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Sul
  • Santa Catarina
  • São Paulo

 

Seguem sem previsão para o retorno:

  • Alagoas
  • Ceará
  • Goiás
  • Maranhão
  • Paraíba
  • Paraná
  • Rio de Janeiro
  • Roraima
  • Sergipe
  • Tocantins

 

Quatro estados possuem apenas uma data para o fim da suspensão das aulas presenciais nas redes estaduais:

  • Bahia
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Rondônia

 

Há as unidades federativas que não preveem a volta da sua rede estadual no ensino público em 2020:

  • Acre
  • Distrito Federal
  • Rio Grande do Norte

 

No Piauí, uma nova decisão da Justiça do Trabalho suspendeu a decisão que desautorizava o retorno das aulas presenciais. A decisão deste domingo (4), portanto, autoriza as aulas presenciais para alunos do 3º ano do ensino médio e outras atividades de ensino listadas em decreto do governo estadual. A previsão de retorno é 19 de outubro.

O Amazonas foi o primeiro estado a ter voltado com as aulas nas escolas estaduais, em 10 de agosto.

Em geral, o retorno de atividades presenciais está previsto para ocorrer de forma parcial – apenas para algumas séries – e, em alguns casos, para atividades de reforço ou opcionais, como em São Paulo.

Confira abaixo, além dos detalhes sobre a volta da rede estadual, a situação nas redes municipais da capital e nas redes particulares. Os emojis significam:

  • 🗓️ foi anunciada data de retorno ou data do fim da suspensão das aulas
  • ❌ não retorna até o final deste ano
  • ❓ segue sem previsão de retorno
  • ✔ já retornou
  • ⚖️ há processo ou decisão judicial sobre reabertura

ACRE

 

 

ALAGOAS

 

 

AMAZONAS

 

 

AMAPÁ

 

 

BAHIA

 

 

CEARÁ

 

DISTRITO FEDERAL

 

 

ESPÍRITO SANTO

 

 

GOIÁS

 

 

MARANHÃO

 

 

MINAS GERAIS

 

 

MATO GROSSO

 

 

MATO GROSSO DO SUL

 

 

PARÁ

 

PARAÍBA

 

PERNAMBUCO

 

PIAUÍ

 

 

PARANÁ

 

 

RIO DE JANEIRO

 

 

RIO GRANDE DO NORTE

 

 

RONDÔNIA

 

 

RORAIMA

 

 

RIO GRANDE DO SUL

 

 

SANTA CATARINA

 

SERGIPE

 

  • Estadual, municipal e rede particular: ❓ segue sem previsão de retorno

 

SÃO PAULO

 

TOCANTINS

 

 

Escolas têm orientado alunos de Itapeva (SP) sobre a importância de lavar e higienizar mãos com álcool gel — Foto: Reprodução/TV TEM

Escolas têm orientado alunos de Itapeva (SP) sobre a importância de lavar e higienizar mãos com álcool gel — Foto: Reprodução/TV TEM

Diretrizes do governo federal para retomada das aulas

 

Divulgadas pelo MEC em 1º de julho:

  • Uso de máscara obrigatório
  • Medição de temperatura no acesso às áreas comuns
  • Disponibilização de álcool em gel
  • Volta ao trabalho de forma escalonada
  • Ventilação do ambiente
  • Possibilidade de trabalho remoto aos servidores e colaboradores do grupo de risco
  • Reuniões e eventos à distância
  • Distanciamento de pelo menos 1,5 m
  • Orientação para manter cabelo preso e evitar usar acessórios pessoais, como brincos, anéis e relógios
  • Não compartilhamento de objetos – incluindo livros e afins
  • Elaboração quinzenal de relatórios para monitorar e avaliar o retorno das atividades

 

* Colaboraram Tácita Muniz (G1-AC); Heliana Gonçalves (G1-AL); Rebeca Beatriz e Matheus Castro (G1-AM); Fabiana Figueiredo (G1-AP); Isabela Cardoso, João Souza e Itana Alencar (G1-BA); Lena Sena e Ranniery Melo (G1-CE); Pedro Alves e Brenda Ortiz (G1-DF); Any Cometti, Luiza Marcondes e Maíra Mendonça (G1-ES); Rafael Oliveira, Vitor Santana, Lis Lopes e Honório Jacometto (G1-GO); Rafaelle Fróes (G1-MA); Thaís Pimentel (G1-MG); G1-MS; Leonardo Zamignani (G1-MT); Caio Maia e Taymã Carneiro (G1-PA); Iara Alves (G1-PB); Pedro Alves (G1-PE); Laura Moura (G1-PI); Pedro Brodbeck (G1-PR); Eduardo Pierre (G1-RJ); Leonardo Erys (G1-RN); Ana Kézia Gomes (G1-RO); G1-RR; Lilian Lima (G1-RS); Júlio Ettore, Valéria Martins, Karollayne Rosa e Rafael Custódio (G1-SC); G1-SE; G1-SP; e Vilma Nascimento e João Guilherme Lobasz (G1-TO).

G1

Veja Também

USP, Unicamp e Unesp freiam plano de retomada após alta de internações pela covid-19

Universidade de Campinas adiou para dezembro próxima fase da flexibilização e USP fala em quadro …