Uespi debate Direitos Humanos

O evento tem como objetivo debater ações que contribuam com o direito dos cidadãos e é realizado em forma de parceria entre a Ação Justiça Eleitoral e Cidadania (AJE) do Tribunal Eleitoral do Piauí (TRE-PI) e do Núcleo Permanente Interdisciplinar em Direitos Humanos (Nupidh/Uespi).

A Semana da Cidadania teve ainda lançamento do “Botão de Denúncia” e por meio dele a população pode denunciar violências contra os direitos humanos. O Botão, que será disponibilizado em breve na página institucional da Uespi, ao ser clicado conduz a uma página da OAB, onde é registrada a denúncia. Segundo a coordenadora do Nupidh, Ester Castelo Branco, essa ficha será disponibilizada também como link direito no site da Uespi.

Outra iniciativa da abertura foi a divulgação do lançamento do edital de bolsas de pesquisa para estudantes que consolidem estudos na área de direitos humanos e da disciplina de Direitos Políticos e Cidadania com carga horária de 12h/aula. A ideia de adaptar essa iniciativa para a Uespi foi apresentada pela docente e coordenadora da AJE, Ester Castelo Branco. “Estamos consolidando essa parceria através da Semana, de forma permanente. Essa é mais uma ação do Nupidh que traz as inovações sobre o avanço a cerda dos direitos humanos, buscando parcerias com o TRE-PI”, explanou Ester.

Até o dia 6 de abril a Uespi será o ponto de encontro do público interessado em pensar estratégias conjuntas de avanços referentes aos ao processo eleitoral, ao enfrentamento da violência contra a mulher, às crianças e os adolescentes, aos direitos dos animais, a saúde mental e outros temas que fortaleçam os direitos humanos. A Programação da semana contribuirá com debates, palestras, lançamentos de livros e exposições. Segundo o reitor da Uespi, Nouga Cardoso, a Semana busca uma conscientização do cidadão ao voto. “A Semana vem destacar a responsabilidade dos eleitores, no sentido de qualificar o voto e a consequência dessa qualificação na escolha daqueles que serão escolhidos para representar o estado”, frisou.

Fonte: Ascom

Veja Também

Governo repassa R$ 454 milhões para apoiar retomada das aulas

Ministério da Saúde reforça que a decisão pela retomada das atividades escolares cabe aos governadores e …