quarta-feira , dezembro 8 2021

Tribunal do Júri absolve acusado de homicídio após 19 anos no Norte do Piauí

O Tribunal do Júri, da Comarca de Esperantina, absolveu nessa quarta-feira (13010), Manoel Lourenço de Almeida suspeito de homicídio ocorrido há 19 anos no município. As informações são do Revista AZ.

O Promotor de Justiça, Dr. João Malato Neto, pediu a condenação por homicídio com duas qualificadoras. Consta nos autos que na data de 12/01/2002, na localidade Canto da Velha, nesta cidade, “Manoel Rita” teria efetuado um disparo de espingarda, à traição e por motivo torpe, nas costas da vítima Mariano Cunha da Silva, que veio a óbito no local, na porta da sua residência.

A defesa foi realizada pelos advogados Jaylles Jose Ribeiro Fenelon, esperantinense, e Marcos Vinícius Macêdo Landim, sanraimundense, que defenderam a tese de negativa de autoria, provando que não foi Manoel o autor do crime, pois na hora e local em que aconteceu o fato estava em casa, distante mais de 2km do local, além de nunca ter sido visto portando arma de fogo.

Ao final do julgamento foi acolhida a tese da defesa e Manoel Lourenço de Almeida foi absolvido da acusação.

Ele respondia o processo em liberdade.

Veja Também

STF dá 48 h para o governo tomar uma decisão sobre o passaporte da vacina

Barroso pede manifestação do governo sobre passaporte da vacina O ministro do Supremo Tribunal Federal …