quinta-feira , outubro 22 2020

Supermercado usa equipamento de cata moedas para reduzir problemas de troco

Segundo o Banco Central, hoje o mundo vive o problema do entesouramento, a manutenção de grande quantidade de moedas fora de circulação. Só no Brasil, estima-se o volume de 8,7 bilhões sem uso, montante equivalente a R$ 1,4 bilhão escondidos em bolsas e gavetas.

Esta situação reflete diretamente no mercado, que sofre com a falta deste tipo de dinheiro para o troco. Como forma de amenizar o impacto, a rede de supermercados Coop – Cooperativa de Consumo está utilizando o Cata Moedas em algumas de suas lojas. O equipamento é capaz de contar 90 moedas por minuto, além de separá-las em compartimentos diferentes de acordo com o valor. Terminada a contagem, a máquina emite um cupom com o valor da soma para que o cooperado ou cliente troque por notas de dinheiro no checkout.

De acordo com Valéria Marquiotti, coordenadora de Tesouraria, o Cata Moedas está sendo útil justamente para fazer frente à escassez de moedas em circulação. “A falta maior é de moedas de pequenos valores, como 5, 10 e de 25 centavos, mas todas são sempre bem-vindas”, destaca.

No entanto, o volume registrado ainda é insuficiente para que a Coop atenda com tranquilidade às necessidades de troco nos checkouts das unidades. Outra iniciativa que tem ajudado é o programa social Troco do Bem, que sugere aos cooperados e clientes a doação de centavos do troco das compras pagas em dinheiro para a Federação de Pais e Amigos dos Excepcionais do Estado de São Paulo (Feapaes). De 2012 até abril deste ano, já foram repassados à instituição, o total de R$ 1,4 milhão.

Fonte: Portal New Trade

Veja Também

Banco Popular adota medidas de apoio aos microempreendedores frente à pandemia

O Banco Popular de Teresina (BP) está adotando medidas de apoio aos pequenos empreendedores que …