segunda-feira , setembro 28 2020

Segmento de aluguel de malas cresce no estado

O aluguel de malas ganha cada vez mais adeptos e no Piauí a novidade já se tornou rotina para algumas pessoas. Trata-se de uma ótima opção também para viagens de avião, já que as novas regras exigem tamanhos e pesos específicos quando a bagagem for dentro da aeronave, e nem sempre dispomos de uma mala nas características exigidas.

Em Teresina, a novidade foi trazida pelo jovem empreendedor Henrique Bastos, que apostou no segmento e viu no aluguel de malas uma oportunidade de negócio.

“No início, não pensei que a procura fosse tão grande, mas quando as pessoas começaram a conhecer o serviço, o telefone não parou de tocar e hoje alugamos cerca de 20 malas por mês”, disse.

Como qualquer produto alugado, as malas têm custos que variam conforme o tipo, tamanho, material e marca, e também conforme o período do aluguel. O processo é bem simples e prático e os interessados têm a possibilidade de fazer tudo pela internet.

A economia ao alugar uma mala de rodinhas média e rígida para uma viagem de sete dias pode chegar a 90%. Essa redução no orçamento da viagem pode ser utilizada para fazer um passeio diferente, compras extras ou um jantar especial no seu destino.

A opção do aluguel também evita a compra de itens sem ter a real necessidade, criando um tipo de serviço mais sustentável para o planeta. Quando você escolhe o aluguel de malas, viaja com a tranquilidade, entrega o item alugado e pronto. Portanto, antes de comprar uma nova mala, avalie se vai usá-la em outras viagens no futuro.

Fonte: Ascom

Veja Também

Banco Popular adota medidas de apoio aos microempreendedores frente à pandemia

O Banco Popular de Teresina (BP) está adotando medidas de apoio aos pequenos empreendedores que …