Movimento da OAB defenderá qualidade do ensino jurídico no Piauí

A Comissão de Educação Jurídica da OAB-PI deliberou a realização do Movimento em “Defesa da Educação Jurídica de Qualidade”. A ação terá como objetivo averiguar a qualidade do ensino dos cursos de Direito ofertados pelas Instituições de Ensino Superior (IES) do Estado do Piauí. A reunião ocorreu na Sala do Conselho e contou com a presença do presidente da OAB-PI, Chico Lucas.

O Movimento em Defesa da Qualidade do Ensino Jurídico irá reunir várias Comissões Temáticas da Ordem, além de outros Conselhos de Profissões Regulamentadas para fazer visitas às instituições. “Nosso foco, enquanto OAB, é fiscalizar os cursos de Graduação em Direito com intuito de valorizar as instituições que respeitam a legislação, mas também chamando atenção para as frequentes violações que prejudicam a qualidade do Ensino Superior”, esclareceu Samuel Nascimento, presidente da Comissão de Educação Jurídica da OAB-PI.

Segundo o advogado, a visita possibilitará a troca de informações com estudantes e professores para averiguar se requisitos básicos estão sendo cumpridos. “Dentre as principais informações que iremos buscar é saber se os professores contam com estrutura física de qualidade para o trabalho e que favoreça o aprendizado dos alunos. A valorização do corpo docente é uma questão fundamental, verificando se a política de salários está andando normalmente, além de ouvir os estudantes sobre a prática pedagógica adotada em cada Instituição”, afirmou.

A Comissão de Educação Jurídica da OAB-PI estuda, a partir de agora, a criação de uma ferramenta online que possibilite o recebimento de denúncias por partes de estudantes e professores que participam do meio acadêmico. Essa proposta deve facilitar ainda mais a troca de informações para promover o diálogo e a educação de qualidade.

A primeira visita da Comissão será realizada no próximo dia 19 (quinta-feira) às instituições do município de Floriano. A ação contará com o apoio do Conselho de Biblioteconomia para verificar a qualidade das bibliotecas das faculdades.

Durante a reunião, registrou-se a presença do presidente da Comissão de Educação Jurídica da OAB-PI; além do vice-presidente José Urtiga de Sá e demais integrantes: Eduardo Diniz, Kelly Sousa, Sílvia Santana, Luciana Santos e Heloísa Cunha.

Fonte: OAB/PI

Veja Também

Donald Trump vota com 10 dias de antecedência na Flórida

Presidente dos Estados Unidos foi presencialmente votar neste sábado (24) em um dos estados mais …