quarta-feira , setembro 30 2020

Mercado do Peixe registra baixa procura

O Mercado do Peixe de Teresina tem registrado uma procura bem menor de consumidores se comparado com anos anteriores. O mais delicado é que estamos às vésperas da Semana Santa.

Segundo o administrador do Mercado, Francisco de Assis Mesquita, a concorrência com supermercados tem atrapalhado os vendedores. “As grandes redes estão em todos os locais de Teresina. Aceitam todos os tipos de cartões de crédito, o que dificulta a vida dos vendedores”, explicou.

O temor é que em 2018 se repita um filme de 2017, ano em que sobrou muito peixe no freezer do Mercado do Peixe.

Mas como o brasileiro costuma deixar tudo para última hora, a expectativa dos vendedores é de que na semana santa o varejo consiga aquecer. “Todos os anos é assim. Na última hora o consumidor aparece e compra bastante. Fica muito lotado o mercado desde as primeiras horas da manhã”, informou Mesquita.

No momento, as compras no atacado têm obtido resultados melhores. “Vem gente do interior comprar aqui para revender. Nesse ponto está bom”, disse.

Por conta da situação, os vendedores optaram por baixar  os preços dos produtos que estão a venda no mercado. Confira a média de preços, por kg:

Pescada Amarela: R$ 22,00 no atacado. R$ 28,00 sem cabeça. R$ 35,00 com cabeça.

Tambaqui: R$ 7,00 no atacado. R$ 11,00 no varejo.

Branquinho: R$ 15,00.

Piratinga: R$ 17,00.

Piau: R$ 8,50.

Mandi: R$ 10,00.

Camarão: R$ 50,00.

Veja Também

OAB é contra uso de recursos de precatórios da União para custear programa Renda Cidadã

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) se posicionou contra a proposta do Governo Federal …