quinta-feira , agosto 13 2020

Mattel lança coleção da Barbie que inclui candidata negra à presidência dos EUA

Empresa fez parceria com ONG para fomentar lideranças feminina no país. Ação segue a linha de carreiras da boneca

A Mattel, uma das maiores fabricantes de brinquedos do mundo, aproveitou o gancho das eleições presidenciais norte-americanas para apresentar o Time de Campanha 2020 da Barbie. Seguindo a mesma ideia das bonecas com diversas profissões, a nova coleção é composta pela candidata à presidência, coordenadoras de campanha e de angariação de fundos, além de uma eleitora.

O principal objetivo do lançamento é expor as crianças aos cargos de liderança pública. “Desde 1959, a Barbie defende meninas e as incentiva a serem líderes, seja na sala de aula, na comunidade ou em algum dia do país”, disse Lisa McKnight, vice-presidente sênior e chefe global da Barbie & Dolls da Mattel, em um comunicado à imprensa, segundo a CNN Business.

A estratégia de dar visibilidade à questões eleitorais usando a boneca não é nova. Em 1992, a Mattel lançou a primeira Barbie a participar de uma corrida presidencial – a ação de 2020 é a oitava do tipo. Esse conjunto de bonecas em particular também destaca a diversidade, incluindo uma candidata negra.

“Com menos de um terço dos líderes eleitos nos EUA sendo mulheres, e as mulheres negras ainda menos representadas nessas posições, projetamos o Time de Campanha da Barbie com um conjunto diversificado de bonecas para mostrar a todas as meninas que podem elevar suas vozes”, afirmou McKnight.

A marca está agindo com a ONG She Should Run – “Ela deve concorrer”. A instituição trabalha para aumentar drasticamente o número de presenças femininas que pensam em disputar cargos públicos. A parceria visa fazer com que as garotas usem suas vozes para defender suas crenças e propósitos, enquanto se equipam com ferramentas para que se envolvam nessas discussões e sejam agentes de mudança no país.

revistapegn.globo.com

Veja Também

Mais de 60% das empresas que tentaram crédito e não conseguiram são pequenas

Segundo pesquisa, esse índice cai para 5% quando a empresa é grande. Dinheiro não está …