segunda-feira , dezembro 6 2021

Justiça manda soltar namorado de influencer que participou de arrastão em Teresina

A digital influencer Raoni Sampaio e o namorado foram presos em flagrante em fevereiro deste ano

A 2ª Câmara Especializada Criminal do Tribunal de Justiça do Piauí concedeu liberdade para Francisco Moisés Sousa Batista Júnior, namorado da infleuencer Roani Sampaio. O casal é suspeito de integrar uma quadrilha que realizou arrastão na casa do empresário  Abel Paes Landim, no bairro Ininga, na zona leste de Teresina. O crime ocorreu em fevereiro deste ano.

O pedido de liberdade foi feito pela defesa de Francisco Moisés que alegou que ele se encontra preso desde de 12 de fevereiro deste ano, que é primário, possui bons antecedentes, residência fixa e profissão definida, que faz parte do grupo de risco da covid-19, necessitando de intervenção cirúrgica para tratamento de hérnia inguinal, além de possuir uma filha de sete anos de idade.

O Tribunal de Justiça também concedeu liberdade ao policial militar Jean Carlos Nunes Carneiro Júnior, acusado de participar do crime. Já a digital influencer de São Luís, Raoni Sampaio, teve a prisão domiciliar decretada no dia 26 de maio pela 2ª Câmara Especializada Criminal do Tribunal de Justiça do Piauí.

Relembre o caso

Roani da Silva Sampaio foi presa pela Polícia Militar do Piauí, após um arrastão na residência do empresário. Ela marcou um encontro com o empresário na casa dele e menos de uma hora depois os criminosos invadiram o local. O empresário relatou à polícia que foi torturado pelos assaltantes armados e que recebeu chutes e coronhadas na cabeça com a arma de fogo.

O empresário ainda conseguiu acionar a Polícia Militar, que  flagrou Raoni Sampaio e Francisco Moisés dentro da casa com a vítima. A princípio, Francisco Moisés se identificou como motorista de aplicativo, masfoi comprovado através das câmeras de segurança que ele era um dos envolvidos na ação criminosa.  Em depoimento à Polícia Civil, a blogueira relatou que Francisco Moisés era seu namorado.

Outros homens que participaram do crime conseguiram deixar o local antes da chegada da Polícia Militar. No local foi encontrado um veículo Polo de cor branca, um revólver calibre 38 com dois cartuchos, um par de luvas, uma algema de plástico cortada, uma algema de plástico fechada, uma jaqueta preta e um celular.

Roani da Silva Sampaio e Francisco Moisés foram presos em flagrante por roubo majorado e a juíza Ana Lucia Terto Madeira Medeiros converteu a prisão do casal em preventiva. Jean Carlos Nunes e Thiago Ruan Martin, acusados de participar do crime, foram presos pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) no dia 19 de fevereiro.

Fonte: Com informações de GP1

Veja Também

Atenção!

A Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Piauí, diante do lamentável acidente de trânsito …