Internada com covid-19, presidente do TST segue sem previsão de alta

Ministra Maria Cristina Peduzzi encontra-se estável, respira com a ajuda de oxigênio e recebe medicamentos pela veia

Internada desde a semana passada após ser diagnosticada com a covid-19, a presidente do TST (Tribunal Superior do Trabalho), Maria Cristina Peduzzi, foi transferida para São Paulo e segue sem previsão de alta.

De acordo com boletim médico divulgado nesta terça-feira pelo hospital Sírio Libanês, a ministra encontra-se estável, com uso de um respirador de oxigênio e medicamentos venosos.

Acompanhada pelas equipes médicas do Dr. Roberto Kalil, Dr. David Uip e Dr. Carlos Carvalho, Maria foi admitida na unidade do hospital de Brasília e transferida para a unidade de São Paulo no último domingo (20).

A presidente do TST foi uma das autoridades que contraiu a doença respiratória causada pelo novo coronavírus apos participar da cerimônia de posse do ministro Luiz Fux como presidente do STF (Supremo Tribunal Federal).

 

R7

Veja Também

STJ: planos não são obrigados a cobrir condutas fora da lista da ANS

Cabe recurso contra a decisão O Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu que as operadoras …