terça-feira , outubro 20 2020

Inovação no segmento de limpeza doméstica impulsiona o mercado

Inovação é a palavra-chave que movimenta a indústria de produtos de limpeza. Embora a palavra crise esteja presente nas análises econômicas, os fabricantes do setor asseguram que mantêm vivos seus planos de investimentos em novos produtos e em renovação de linhas, como pede o mercado, sempre dinâmico e focado em consumidores exigentes.

Dona das marcas Noviça, Esfrebom e Brilhus, a Bettanin disputa espaço no mercado com um mix de 400 produtos, como vassouras, mops, esponjas, panos e sacos para lixo. A empresa fabrica 256 milhões de itens por ano. Aguinaldo Fantinelli, diretor-geral, explica que os requisitos considerados fundamentais para o desenvolvimento dos produtos são alta performance, funcionalidade, praticidade, beleza e criatividade. “Investimos sempre em tecnologias e inovações, e buscamos constantemente novas oportunidades no mercado. Mantemos o mesmo nível de investimento dos últimos anos. Além de diversos lançamentos, neste ano, estamos fazendo uma grande campanha de mídia para fortalecer a marca EsfreBom, de panos e esponjas.”

Por serem novidades no mercado brasileiro, os panos umedecidos de limpeza de superfícies Wipes, da EsfreBom, têm grande chance de conquistarem o gosto do consumidor. Outros lançamentos são a linha de limpeza especializada em produtos químicos para cozinha, banheiro e vidros, os aromatizantes de ar Noviça Sense, e os desinfetantes Sanilux. A esses produtos, soma-se a ampliação do portfólio da Brilhus, desenvolvida para oferecer produtos de qualidade a preços mais acessíveis. “Ela está com um mix mais amplo, e apresenta uma linha completa de mops, bem como as soluções de limpeza mecânica”, diz Fantinelli.

Indagado sobre a importância do atacado distribuidor para os negócios da Bettanin, o executivo observa que, sem essa parceria, não seria possível abastecer todos os pontos de venda. “Temos capacidade restrita de atendimento direto. Por isso, parte da estratégia da empresa consiste em apoiar o canal indireto, que representa cerca de 40% do seu faturamento.” A empresa conta com os Distribuidores Qualificados Bettanin. E recentemente desenvolveu um programa de excelência (PED – Programa de Excelência em Distribuição) que avalia e premia os principais distribuidores pelas metas alcançadas.

Vileda No fim do ano passado, a Vileda, que integra o Grupo Freudenberg e está presente em 40 países, desembarcou no Brasil. Na mira estão consumidores de itens de limpeza mecânica, para os quais apresenta um portfólio de 30 produtos, que inclui panos, mops, baldes, vassouras, esponjas, rodos, luvas e sistemas de limpeza. “São produtos estrategicamente elaborados tendo-se em vista o perfil do brasileiro, que adora manter a casa limpa e receber amigos e familiares. O Brasil está atrás apenas dos EUA, da China e do Japão no que se refere ao tamanho do mercado de produtos de limpeza, com previsão de expansão até 2019”, conta Rodrigo Bürgers, diretor-comercial no Brasil. A empresa informa que está preparada para entrar em um mercado que movimenta cerca de 2,1 bilhões de reais.
Rodrigo Bürgers explica que os produtos da Vileda são desenvolvidos para pessoas que dispõem de cada vez menos tempo para limpar a casa e, por isso, buscam ferramentas que utilizam mais tecnologia. A Vileda elaborou um estudo de hábitos e atitudes, focado no consumidor local, para entender suas demandas e necessidades específicas. “Vimos que os brasileiros dedicam seis a sete horas da semana às atividades de limpeza, que 70% das pessoas fazem limpeza diária e 63% delas não recorrem à ajuda de outras pessoas. E que também usam cerca de oito ferramentas diferentes, principalmente vassouras, panos e esponjas.”

Fonte: Portal New Trade

Veja Também

Banco Popular adota medidas de apoio aos microempreendedores frente à pandemia

O Banco Popular de Teresina (BP) está adotando medidas de apoio aos pequenos empreendedores que …