Gilmar Mendes ocupa cadeira de decano pela 1ª vez e segue até 2030

Durante a sessão que marcou a reabertura dos trabalhos do Supremo Tribunal Federal (STF) nesta segunda-feira (2), o ministro Gilmar Mendes ocupou, pela primeira vez, a cadeira de decano da Suprema Corte. Após a aposentadoria de Marco Aurélio, Gilmar Mendes se tornou o membro mais antigo do Tribunal, e seguirá assim até dezembro de 2030 quando deverá se aposentar.

A novidade foi registrada por Luiz Fux, presidente da Corte, que o saudou pela nova posição: “Eu também queria consignar que esta é a primeira sessão do semestre, em que vossa excelência participa como decano da Corte”.

Gilmar Mendes formou-se em Direito pela Universidade de Brasília em 1978. Exerceu na Administração Pública os cargos de procurador da República e advogado-geral da União. Pelo ex-presidente do Brasil Fernando Henrique Cardoso foi nomeado ministro do STF, por decreto de 27 de maio de 2002.

O ministro foi eleito pelos seus pares para exercer a presidência do STF para o biênio 2008-2010, e, também, a presidência do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Possui mais de 70 menções honrosas recebidas, em especial pelos serviços prestados à cultura jurídica, como defensor das garantias do Estado Democrático de Direito e pelo reconhecimento em homenagem aos relevantes serviços prestados à Justiça Brasileira.

Fonte: jurinews.com.br

Veja Também

Centro das Indústrias volta a reuniões presenciais e debate ações para o desenvolvimento

Os temas abordados em destaque na 14° reunião ordinária foram o estabelecimento do selo verde …