Mestrado em Gestão Pública da UFPI

Com menos de quatro (4) anos de criação, o curso de Mestrado Profissional em Gestão Pública, ofertado pela Universidade Federal do Piauí (UFPI), registrou um total de 812 inscritos no processo seletivo do edital N° 01/2017 (biênio 2017-2019). O número de candidatos superou em mais de 60% as inscrições da seleção anterior, que registrou mais de 500 concorrentes. O programa de pós-graduação tem atraído profissionais de outros estados como Maranhão, Ceará e Tocantins.

Apenas 20 pessoas conseguiram vagas no Mestrado. São profissionais ligados ao serviço público, pessoas que estão em busca de uma qualificação para atuar dentro das suas instituições. O programa atrai também profissionais em busca de qualificação e que pretende alcançar uma vaga no mercado de trabalho. Apesar do mestrado ser profissional, ele possibilita ainda o ingresso na vida docente por ser viculando à CAPES.

Como no estado não temos um mestrado em Administração ou Direito, a qualificação da UFPI  se torna interessante e multidisciplinar. E o encerramento das aulas de Direito Administrativo, do Mestrado em questão, foi feito pelo advogado, escritor e jurista Nelson Nery Costa. Um momento único que gerou emoção nos alunos presentes.

Vale lembrar que a cadeira é de suma importância para o gestor público. O gestor público é um profissional que vem sendo muito requisitado no mercado de trabalho atualmente. Por isso, a procura pelo curso em Gestão Pública tem crescido bastante. O curso é multidisciplinar e visa qualificar o profissional a atender as demandas administrativas, de planejamento, de direção, controle e organização, estimulando-o a realizar suas ações com posicionamento ético. É uma área que exige do estudante senso crítico, responsabilidade social e interesse pelas questões que tenham relação com a comunidade.

 

Veja Também

Começam inscrições do Enem 2021 para pessoas privadas de liberdade

Começa nesta segunda-feira (6) e vai até o dia 17 de setembro o prazo para inscrições para o Exame Nacional …