quarta-feira , setembro 23 2020
Hands using laptop with abstract email interface. E-mail networking concept. 3D Rendering

E-mail marketing: trabalhe com essa estratégia

As pessoas ainda leem e-mails e você pode tirar proveito deste hábito para impulsionar publicações ou divulgar produtos e serviços. Com este recurso você ainda pode conquistar bons resultados e cultivar um relacionamento mais próximo com o seu lead.

Para começar precisamos fazer um alerta: uma campanha seja bem-sucedida exige uma base qualificada. Por isso, comece sua estratégia sem comprar listas de e-mails. O caminho mais fácil não é o recomendado, pois as pessoas que estão nestas listas não estão interessadas no seu negócio. Receber uma correspondência deste tipo deve ser motivada pela vontade e interesse do lead.

Confira, a seguir, outras dicas fundamentais para aperfeiçoar sua ação de marketing.

Aproximação com o público

Com um e-mail marketing sua ação é direcionada para o público que realmente tem interesse no seu conteúdo, produto ou serviço. Dessa forma, é possível segmentar e produzir o que proporcionará aquilo que a pessoa procura e gerar ainda mais conversão.

Outra vantagem é captação de e-mails qualificados, otimizando ainda mais sua base. Quem não quer saber da sua empresa pode, simplesmente, pedi para não receber seus e-mails e ajudar a tornar sua lista ainda mais refinada.

O relacionamento com o público é ainda melhor para sua marca, já que esse recurso ajuda a criar um lembrete sobre sua empresa.

Ele acostumará em receber suas mensagens com conteúdo relevante e que ajuda a resolver determinadas dúvidas que ele tem sobre determinados assuntos.

Diferente das redes sociais, o e-mail marketing oferece uma comunicação direta e uma conversa mais estreita com sua marca.

Pouco investimento

O e-mail marketing pode ser disparado por meio de plataformas que exigem baixo investimento e há até opções que oferecem planos gratuitos, até determinada cota de e-mails cadastrados ou disparos realizados.

O e-mail marketing apresenta maior ROI (Retorno do Investimento) e para mensurar são avaliadas as taxas de abertura, os cliques nos links internos e as conversões conquistadas. Isso se deve ao fato do investimento ser menor do que o resultado alcançado.

Personalização e automação

A comunicação com o lead é bem mais direcionada e pessoal, pois a maioria das plataformas oferecem a opção de inserir automaticamente o nome do contato no corpo do e-mail. É muito diferente receber um e-mail com seu nome do que alguma mensagem fria e generalizada.

Esta automação proporciona um enorme ganho de produtividade e amplia a conversão já que envia a mensagem para a pessoa certa.

Outro recurso interessante é enviar o e-mail marketing para quem baixou um e-book sobre determinado assunto. A partir do momento em que ele preencheu uma Landing Page com seus dados fará parte de uma lista apenas sobre aquele tema.

Mensuração dos resultados mais fácil

As plataformas geram relatórios com métricas que ajudam a avaliar a performance da campanha, como taxa de abertura e de cliques.

Com isso, você pode acompanhar em tempo real se a campanha está indo bem ou se você precisa fazer alguns ajustes para que ela seja bem-sucedida.

Outras métricas importantes são facilmente mensuráveis nestas ferramentas, como taxa de crescimento da lista, inativação da lista, CTR (“Click-through rate”, proporção de cliques comparados a base que abriu o e-mail), leads gerados, eficácia e taxa de hard bounce (e-mail inválido), entre outros.

Fonte: Revista Eletrônica

Veja Também

Marketing de relacionamento: tudo o que você precisa saber para vender mais e fidelizar seus clientes

Marketing de Relacionamento é uma estratégia que ajuda a falar com o seu público no …