quinta-feira , dezembro 3 2020

Covas publica decreto para volta às aulas em 3 de novembro

Estudantes do ensino médio podem voltar para a escola. Educação infantil e ensino fundamental continuam com atividades remotas e online

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), publicou um decreto que regulamenta a volta às aulas presenciais no dia 3 de novembro para os estudantes do ensino médio.

A data já havia sido anunciada na última quinta-feira (22). Covas também liberou atividades extracurriculares para os ensinos infantil e fundamental. A decisão é válida para escolas da rede municipal, estadual e particular.

Cabe aos pais decidir se mandam ou não os filhos para a escola. A prefeitura recomenda que os alunos do ensino médio que moram em casas com pessoas com mais de 60 anos de idade permaneçam no ensino remoto.

De acordo com o decreto, a partir do dia 3 de novembro de 2020, os alunos de ensino médio estão autorizados a volta às aulas presenciais, respeitando o número máximo de 20% estudantes na escola por dia e os protocolos sanitários como distanciamento, uso de máscaras e álcool em gel.

As escolas poderão liberar o uso de bibliotecas e laboratórios e oferecer aulas de educação física desde que não haja contato entre os estudantes.

Refeitórios e cantinas devem respeitar o distanciamento entre os alunos, assim como a parte administrativa das instituições de ensino.

Já nas atividades extracurriculares, liberadas para a educação infantil e ensino fundamental, as escolas podem oferecer aulas de idiomas, de música, atividades recreativas, reforço escolar e acolhimento.

Está previsto para o dia 19 de novembro o anúncio de novas etapas para reabertura das escolas.

R7

Veja Também

Concurso Prefeitura SP: edital inédito para 550 vagas segue previsto para 2021

Um novo concurso prefeitura SP deverá ser realizado em decorrência da reorganização da administração pública …