Coordenador Nacional do Exame de Ordem Unificado, José Alberto Simonetti, acompanha a realização da prova da 2º fase em Teresina

Após meses de expectativa, os candidatos da 2ª Fase do XXXI Exame de Ordem Unificado realizaram as provas nesse domingo (06). A OAB Piauí, por meio da Comissão de Estágio e Exame de Ordem (CEEO), esteve com o Presidente da Coordenação Nacional do Exame de Ordem Unificado, José Alberto Simonetti, com a Vice-Presidente da OAB Piauí, Alynne Patrício, e com a Presidente da CEEO, Raíssa Mota Ribeiro, acompanhando a aplicação do Exame, na Faculdade Santo Agostinho, em Teresina. No Piauí, a prova também foi realizada nas cidades de Floriano, Parnaíba e Picos.

Ao todo 717 pessoas realizaram a prova no Estado. Na capital, 582 candidatos realizaram o Exame, enquanto 259 faltaram à prova. Em Parnaíba, 61 compareceram ao local de prova, enquanto 22 candidatos se ausentaram. No município de Picos, a segunda fase contou com a participação de 49 candidatos presentes e 12 ausentes. Já em Floriano, 25 realizam o certame e 14 se ausentaram.

A realização das provas aconteceu simultaneamente em todo o país, por meio da Fundação Getúlio Vargas e sob supervisão da Ordem dos Advogados do Brasil. Na ocasião, a equipe verificou o andamento e fiscalização das provas, além de dar suporte aos candidatos antes de entrarem nas salas, auxiliando na conferência de materiais e orientando sobre a aplicação do Exame.

Para José Alberto Simonetti, esse é um momento de grande realização para todos que se dedicam ao Exame de Ordem. “Por cinco vezes o Exame foi adiado. Isso cria uma expectativa nos candidatos, pois esse é um divisor de águas na vida do bacharel. Ao ser aprovado na segunda fase, ele define a sua carreira na Advocacia. Isso permite que ele entre nos quadros da Ordem. Estamos muito felizes porque conseguimos, ainda que em momento pandêmico, contar com a compreensão e a colaboração dos candidatos e materializamos uma virada de página na história do Exame de Ordem”, declarou.

Isso porque, para inscrição nos quadros da OAB como Advogado e Advogada, é necessário que bacharéis em Direito obtenham aprovação, obrigatoriamente, nas duas fases do Exame. Com os adiamentos decorrentes da pandemia do novo Coronavírus, as provas, que tiveram o edital publicado no final de 2019, só puderam acontecer agora.

“Desde o início da pandemia, a OAB teve a preocupação com a integridade física e saúde dos examinandos. Isso acarretou cinco remarcações da prova, gerando muita ansiedade. Agora, com todos os protocolos sanitários, a publicação de uma cartilha e edital específico para as medidas de segurança, estamos confiantes que acontecerá por todo o Brasil sem intercorrências”, explicou a Vice-Presidente da OAB Piauí, Alynne Patrício.

A Presidente da CEEO, Raíssa Mota Ribeiro, ressalta também que tanto a Comissão Nacional como a Estadual vêm respeitando as regras necessárias e orientadas pelo Ministério da Saúde para prevenção ao contágio da COVID-19. “Chegamos ao denominador de que é possível realizar o Exame de Ordem cumprindo todos os protocolos de segurança. Houve uma crescente necessidade da realização da segunda fase ainda esse ano, para que esses examinandos passassem por essa transição e pudessem exercer a Advocacia e adentrar no mercado de trabalho, considerada profissão essencial”, ela defendeu.

Na ocasião, também estiveram presentes o Vice-Presidente da CEEO, Luan de Sousa Teles Félix; o Secretário e o Vice, Júlio César Santos Silva e Ciro Daniel Soares Silva, respectivamente; além dos membros da Comissão Luciana Mendes Morais Silva, Lázaro da Costa Silva, Márcio Antunes Sousa, Gustavo Sousa Bezerra, Francisca Idaiane de Araújo, Mara Roberta Lima de Sousa, Anderson Rafael Rocha Paz e Lia Raquel Lima de Sousa.

Ascom OAB/PI

Veja Também

Conselheira federal Isabella Paranaguá representa OAB-PI em mesa redonda sobre Direito das Famílias e Sucessões na OAB-GO

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Seccional Piauí, representada pela conselheira federal e presidente …